Infância, de Graciliano Ramos: Bildungsroman moderno?

Ana Maria Abrahão dos Santos Oliveira

Resumo


O artigo pretende analisar a aproximação do livro de memórias Infância, de Graciliano Ramos com o romance de formação, o Bildungsroman, além de fazer um breve histórico sobre o gênero e suas categorias. Tenciona-se também discutir a reflexão de Wander Melo Miranda (2004) acerca do romance autobiográfico do autor alagoano, inserindo-o no gênero de romance de formação.

 

 

 


Palavras-chave


<I>Infância</I>; Literatura brasileira; Graciliano Ramos; Bildungsroman.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução: Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

CEIA, Carlos. E-Dicionário de Termos Literários. Disponível em

. Acesso em: 15 out. 2013.

DUARTE, Eduardo de Assis. Jorge Amado: romance em tempo de utopia. Rio de Janeiro: Record; Natal/RN: UFRN, 1996.

GOETHE, Johann Wolgang Von Goethe. Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister. Tradução: Nicolino Simone Neto. Apresentação: Marcus Vinícius Mazzari. Posfácio: Georg Lukács. São Paulo: Editora 34, 2009.

HUTCHEON, Linda. Irony’s edge: the theory and politics of irony. London: Routledge, 1994.

LUKÁCS, Georg. A teoria do romance. Tradução: José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo: Duas Cidades/Editora 34,2003.

MAAS, Wilma Patrícia. O cânone mínimo. O Bildungsroman na história da literatura São Paulo: Editora UNESP, 2000.

________. O romance de Formação (Bildungsroman) no Brasil. Modos

de Apropriação. Caminhos do Romance, 2005. Arquivo Eletrônico em formato Word. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2013.

MAZZARI, Marcus Vinícius. Labirintos da aprendizagem – Pacto fáustico, romance de formação e outros temas de literatura comparada. São Paulo: Editora 34, 2010.

MIRANDA, Wander Melo. Graciliano Ramos. São Paulo: Publifolha, Coleção Folha Explica, 2004.

________. Posfácio. In: RAMOS, Graciliano. Memórias do cárcere. Supervisão e posfácio de Wander Melo Miranda. São Paulo: Record, 2008.

QUINTALE NETO, Flavio. Para uma interpretação do conceito de Bildungsroman. PandaemoniumGermanicum, São Paulo, n. 9, p. 185-205, dec. 2005. Disponível em:

. Acesso em: 29 nov. 2016

RAMOS, Graciliano. Infância. 38ª edição. Supervisão: Wander Melo Miranda. Rio de Janeiro: Record, 2006.

SANTANA, Jorge Alves. Romance de formação e o caso do Küstlerroman. Revista Signótica, vol. 15, nº 1, jan/jun 2003.

SENNA, Homero. “A última entrevista de Graciliano Ramos”. Jornal Opção. Edição 1944. Disponível em

de-graciliano-ramos>. Acesso em: 19 set. 2013.

SILVA, Márcia Cabral da. Infância de Graciliano Ramos: uma história de formação do leitor no Brasil. Tese de doutorado. Instituto de Estudos da Linguagem. Universidade Estadual de Campinas. UNICAMP. 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br