Da masculinidade hegemônica às subalternas: a masculinidade lésbica em contos brasileiros contemporâneos

Mariana Chaves Petersen

Resumo


Neste trabalho, faço uma revisão dos estudos de masculinidades e dos estudos de gênero, defendendo a inserção dos primeiros nos últimos. A seguir, foco a masculinidade hegemônica e suas possíveis relações com discursos feministas, para então discutir a masculinidade feminina lésbica, considerada um tipo de masculinidade subalterna, subordinada à hegemônica. Por fim, discuto algumas representações da masculinidade lésbica na literatura brasileira contemporânea, mais especificamente, nos livros de contos Amora, de Natália Borges Polesso, e Faz duas semanas que meu amor, de Ana Paula El-Jaick.

 


Palavras-chave


Estudos de gênero; Masculinidade hegemônica; Masculinidade lésbica; Literatura brasileira contemporânea.

Texto completo:

PDF

Referências


BENSHOFF, Harry M. GRIFFIN, Sean. Queer images: a history of gay and lesbian film in America. Lanham: Rowman & Littlefield Publishers, 2006.

BUTLER, Judith. Bodies that matter: on the discursive limits of “sex”. London: Routledge, 2011.

________. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Trad. Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

________. The end of sexual difference? In: ________. Undoing gender. New York: Routledge, 2004, p. 174-203.

CONNELL, Robert “Raewyn”. MESSERSCHMIDT, James W. Masculinidade hegemônica: repensando o conceito. Estudos feministas, vol. 21, 2013, p. 241-281.

CORNWALL, Andrea. LINDISFARNE, Nancy (eds.). Dislocating masculinity: comparative ethnographies. London: Routledge, 2005.

COSTA, Rosely Gomes. Mediando oposições: sobre as críticas aos estudos de masculinidades. In: ALMEIDA, H. B. D. et al. (eds.). Gênero em matizes. Bragança Paulista: Editora da Universidade São Francisco, 2002, p. 213-241.

DE LAURETIS, Teresa. A tecnologia do gênero (1987). Tradução de Suzana Funck. In: BUARQUE DE HOLANDA, Heloisa (Org.). Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 1994, p. 206-242.

EL-JAICK, Ana Paula. Faz duas semanas que meu amor e outros contos para mulheres. São Paulo: Edições GLS, 2008.

HALBERSTAM, Judith “Jack”. Female Masculinity. Durham: Duke University Press, 1998.

IRIGARAY, Luce. je, tu, nous: toward a culture of difference. Trad. Alison Martin. London: Routledge, 1993.

________. Speculum de l’autre femme. Paris: Les Éditions de Minuit, 1974.

MEINERZ, Nádia Elisa. Mulheres e masculinidades: etnografia sobre afinidades de gênero no contexto de parceiras homoeróticas entre mulheres de grupos populares em Porto Alegre (Tese de doutorado). Porto Alegre: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - UFRGS, 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2016.

POLESSO, Natália Borges. Amora. Porto Alegre: Não Editora, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br