Subalternas crônicas clariceanas

Joyce Alves

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão em torno dos conceitos de subalternidade e crítica subalternista, que envolvem as pesquisas acadêmicas contemporâneas no âmbito da Literatura Comparada. Para tanto, tomamos como corpus de análise algumas crônicas publicadas por Clarice Lispector no Jornal do Brasil, entre as décadas de 60 e 70. O papel do intelectual que fala a partir de um lócus cultural ganha importância na medida em que a história desse sujeito falante é também parte da história local, composta por subordinação, diásporas, etc. Por isso, lembremo-nos de que, enquanto gênero literário oriundo das páginas dos jornais, a crônica é a narrativa da denúncia por excelência.


Palavras-chave


Crítica literária; Crônica; Subalternidade; Clarice Lispector.

Texto completo:

PDF

Referências


ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca: escritos efêmeros sobre Arte, Cultura e Literatura. Tradução: Lyslei Nascimento. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

BHABHA, Homi. O local da cultura. Tradução: Myriam Ávila et al. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

BONNICI, Thomas. Teoria e crítica literária feminista: conceitos e tendências. Maringá: Eduem, 2007.

BORELLI, Olga. Clarice Lispector: esboço para um possível retrato. 2ª Edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade: estudos de teoria e história literária. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1967.

GOTLIB, Nadia Battella. Clarice: uma vida que se conta. São Paulo: Ática, 1995. LISPECTOR, Clarice. Laços de família. Rio de Janeiro: Rocco, 1998a.

________. A hora da estrela. Rio de Janeiro: Rocco, 1998b.

________. A descoberta do mundo. Rio de Janeiro: Rocco, 1999a.

________. Para não esquecer. Rio de Janeiro: Rocco, 1999b.

________. Minhas queridas. Correspondências. Rio de Janeiro: Rocco, 2007.

NOLASCO, Edgar Cézar. Babelocal: lugares das miúdas culturas. Campo Grande: Life Editora, 2010.

NUNES, Benedito. Leitura de Clarice Lispector. São Paulo: Quíron, 1973.

SÁ, Jorge de. A crônica. 3ª Edição. São Paulo: Ática, 1987.

SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos: ensaios sobre dependência cultural. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

________. As raízes e o labirinto da América Latina. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

SPIVAK, Gayatri Chakravorty. Pode o subalterno falar? Tradução: Sandra Regina Goulart Almeida et al. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br