As crônicas de Graciliano Ramos: O Brasil nas linhas tortas

Alex Alves Fogal

Resumo


As crônicas de Graciliano Ramos agrupadas em Linhas Tortas enfocam as peculiaridades e problemas da formação social e cultural do Brasil. O objetivo do trabalho é tentar demonstrar de que maneira o autor transforma tal tema em matéria de crônica e qual é seu desempenho enquanto cronista.


Palavras-chave


Crônicas; Graciliano Ramos; Linhas Tortas.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSIS, Machado de. Notícia da atual literatura brasileira: instinto de nacionalidade. In: NETO, Miguel Sanches (org).O ideal do crítico. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008, p. 105-124.

CANDIDO, Antonio. A dialética da malandragem. In: ________. O discurso e a cidade. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2010, p. 17-48.

MARX, Karl. O capital: Crítica da economia política: Livro I. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

PRADO, Antonio Arnoni. Raízes do Brasil e o Modernismo. In: CANDIDO, Antonio (org). Sérgio Buarque de Holanda e o Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 1998.

RAMOS, Graciliano. Linhas Tortas. Rio de Janeiro/São Paulo: Ed. Record, 1981.

SCHWARZ, Roberto. Nacional por subtração. In: ________. Que horas são? São Paulo: Companhia das Letras, 2006, p. 29-48.

________. Ao vencedor as batatas: forma literária e processo social nos inícios do romance brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

WAIZBORT, Leopoldo. A passagem do três ao um. São Paulo: Cosac Naify, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br