As personagens marginais em Dois perdidos numa noite suja, de Plínio Marcos

Sergio Manoel Rodrigues

Resumo


A peça Dois perdidos numa noite suja, de Plínio Marcos, mostra a vida de duas personagens que vivem à margem social. Assim, a busca por melhores condições de vida faz com que as relações de tais seres ficcionais sejam evidenciadas por meio das agressões que cometem e que sofrem em seu cotidiano. Este artigo, embasado no estudo da personagem teatral, analisa o perfil de Tonho e Paco diante os conflitos da marginalização em que estão inseridos.


Palavras-chave


Teatro; Personagem; Marginalização; Plínio Marcos; Dois perdidos numa noite suja.

Texto completo:

PDF

Referências


MAIA, Fred et al. Plínio Marcos: a crônica dos que não têm voz. São Paulo: Boitempo,2002.

MARCOS, Plínio. Dois perdidos numa noite suja. In: ZANOTTO, Ilka Marinho (org). Melhor teatro: Plínio Marcos. São Paulo: Global, 2010, pp. 61-134.

MENDES, Oswaldo. Bendito maldito: uma biografia de Plínio Marcos. São Paulo: Leya, 2009.

MOISÉS, Massaud. A criação literária: poesia e prosa. São Paulo: Cultrix, 2012.

PARANHOS, Kátia Rodrigues. A literatura dramática de Plínio Marcos: cenas da(s) cidade(s). In: Periódico do programa de pós-graduação em artes cênicas PPGAC/UNIRIO, n. 01, 2009, pp. 1-11. Disponível em:

, acesso em 06 ago. 2011.

PAVIS, Patrice. Dicionário de teatro. 3 ed. São Paulo: Perspectiva, 2011.

PRADO, Décio de Almeida. A personagem no teatro. In: CANDIDO, Antonio et al. A personagem de ficção. 11 ed. São Paulo: Perspectiva, 2009, pp. 81-101.

SZONDI, Peter. Estreitamento e existencialismo. In: ________. Teoria do drama moderno (1880-1950). 2 ed. São Paulo: Cosac Naify, 2011, pp. 96-103.

VIEIRA, Paulo. Plínio Marcos: a flor e o mal. Rio de Janeiro: Firmo, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br