O navio que vai: representações da nação em Os prêmios, de Cortázar

Nícolas Totti Leite

Resumo


Em Os prêmios, publicado em 1960, Julio Cortázar constrói uma trama na qual se vislumbra fragmentos de contextos históricos e sociais da Argentina. As heterogêneas personagens desenvolvidas na obra demonstram a multiplicidade da identidade portenha. O objetivo deste artigo é o de analisar o modo como a obra se insere na tradição de narrativas de viagens, ora se aproximando ora se afastando de temas e de características recorrentes desta vertente. A aproximação do romance às narrativas de viagens demonstra como elas privilegiam discussões transdisciplinares, dialogando com aspectos da sociedade, como a identidade, a nação e a história.

 


Palavras-chave


Narrativas de viagens; Identidade; Nação; Os prêmios.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRIGUCCI Jr., Davi. O escorpião encalacrado. São Paulo: Companhia das letras, 1995.

BENJAMIN, Walter. O narrador. In: Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BHABHA, Homi. DissemiNação: o tempo, a narrativa e as margens da nação moderna. In: O local da cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

CORTÁZAR, Julio. Os prêmios. Trad. Glória Rodríguez. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

________. O jogo da amarelinha. Trad. Fernando de Castro Ferro. 15 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.

E LA NAVE VA. Direção de Federico Fellini. Produção de Franco Cristaldi. Itália, França: RAI, Vides Production: Gaumont, 1983. 1 DVD.

FOUCAULT, Michel. A história da loucura na Idade Média. In: História da loucura. São Paulo: Perspectiva, 2012, pp. 3-44.

HOMERO. Odisséia. Trad. Antônio Pinto de Carvalho. São Paulo: Abril, 1978.

LLOSA, Mario Vargas. A cidade e os cachorros. Trad. Sergio Molina. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

MIRANDA, Wander Melo. Nações literárias. São Paulo: Ateliê Editorial, 2010.

O ANJO EXTERMINADOR. Diretor: Luís Buñuel. Produtor: Gustavo Alatriste. México: 1962. 1 DVD.

RULFO, Juan. Pedro Páramo. Trad. Eric Nepomuceno. Rio de Janeiro: BestBolso, 2008.

SOUZA, Eneida Maria de. Paisagens de areia. In: Revista de cultura Margens/márgenes. n. 9, jan.–jun. 2007. Belo Horizonte: Centro de Estudos Literários – Faculdade de Letras, pp. 4-13.

VENTURA, Enriqueta Morrilas. Los premios, de Julio Cortázar. In: Anales de literatura hispanoamericana, n. 13. Madrid: Ed. Univ. Complutense, 1984. Disponível em: , acesso em 28 de jan. de 2014.

WOLFF, Jorge H. Julio Cortázar: a viagem como metáfora produtiva. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br