Budapeste: uma viagem no discurso pós-moderno

Odair José Silva dos Santos

Resumo


O presente artigo pretende abordar as práticas discursivas dentro da pós-modernidade com o objetivo de apresentar algumas reflexões do ponto de vista textual em Budapeste, de Chico Buarque, tendo em vista o aspecto multifacetado da personagem central e suas diversas peripécias como um sujeito viajante. Neste sentido, a investigação aqui apresentada justifica-se no intuito de salientar a necessidade de estudos sobre a linguagem que envolve o sujeito no mundo pós-moderno. Para tanto, ocupar-se-á de uma análise discursiva e produção de sentidos. Nesta perspectiva, salienta-se que as construções sócio-histórico-ideológicas formam o sujeito discursivo, tendo em vista que cada vez mais dentro da pós-modernidade o sujeito encontra-se deslocado e fragmentado.


Palavras-chave


Discurso; Viagem; Pós-modernidade; Literatura.

Texto completo:

Sem título

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. 12 ed. Hucitec: 2006.

BENTES, Anna Cristina. MUSSALIM, Fernanda. Introdução à linguística: domínios e fronteiras. 6 ed. São Paulo: Cortez, 2009.

BUARQUE, Chico. Budapeste. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

CANDIOTTO, Cesar. Foucault e a crítica do sujeito e da história. Edição nº 3. Revista Aulas. Campinas: UNICAMP, 2007.

EAGLETON, Terry. As ilusões do pós-modernismo. Tradução: Elisabeth Barbosa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1998.

FIORIN, José Luiz. Linguagem e ideologia. 8 ed. Ática, 2005.

HALL, Stuart. Da diáspora: Identidades e mediações culturais. Tradução: Adelaine La Guardi Resende. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

HEIDEGGER, Martin. Ser e Tempo. Tradução: Márcia de Sá Cavalcanti. Petrópolis: Vozes, 2005.

JAMESON, Fredric. Pós-Modernismo. Trad. Maria Elisa Cevasco. 2. ed. Ática: São Paulo 1997.

MAFFESOLI, Michel. A comunicação sem fim (teoria pós-moderna da comunicação). Edição nº 20. Revista FAMECOS. Porto Alegre: 2003.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MELLO, Leonel Itaussu A.; COSTA, Luís Cesar Amed. História moderna e contemporânea. São Paulo: Scipione, 1999.

MUSSALIM, Fernanda. Histórias das Ideias Linguísticas. Curitiba: IBESDE Brasil S.A., 2008.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise do discurso: Princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2005.

________. Discurso e texto: formulação e circulação de sentidos. 2 ed. Campinas: Pontes, 2005.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. Charles Bally; Albert Sechehaye (org.). Tradução: Antônio Chelini; José Paulo Paes; Izidoro Blikstein. 27 ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

VATTIMO, Gianni. A sociedade Transparente. Tradução: Carlos Aborin de Brito. Lisboa: Edições 70, 1989.

VOUILLAMOZ, Núria. Literatura e hipermedia. Barcelona: Paidós PC, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br