Viagens errantes: desrealização e apagamento do sujeito no romance Madona dos Páramos

Carmelita Rodrigues Gomes

Resumo


O presente artigo visa fazer uma leitura do sujeito configurado no romance Madona dos Páramos (1982), do escritor mato-grossense Ricardo Guilherme Dicke. Será mostrada a dupla representação dos personagens, que, de homens telúricos, fortes e valentes, descritos como síntese do homem local, passam por um processo de transformação física radical. São deformados, reduzidos, transfundidos em caveiras e esqueletos ambulantes. Simultaneamente, percorro o caminho a fim de captar os procedimentos estéticos usados pelo escritor para materializar tais metamorfoses. O objetivo será desvendar qual o sentido das referidas representações no âmbito do homem da modernidade. Portanto, o estudo será subsidiado por textos que trazem importantes discussões sobre o assunto: Texto e contexto (1976), de Anatol Rosenfeld; Identidade cultural na pós-modernidade (2004), de Stuart Hall, dentre outros.


Palavras-chave


Errância; Descentramento; Imaginário; Dicke.

Texto completo:

Sem título

Referências


ARRIGUCCI, Jr. Davi. O Escorpião Encalacrado. São Paulo: Editora Perspectiva, 1973.

BERMAN, Marshall. Tudo o que é sólido desmancha no ar. Tradução: Francisco Foot Hardman. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

DICKE, Ricardo Guilherme. Madona dos Páramos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1982.

FEHÉR, Ference. O romance está morrendo? Tradução: Eduardo Lima. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz T. da Silva e Guacira Lopes Louro. 11 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

LUKÁCS, Georg. A Teoria do romance. Tradução: José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo: Duas cidades, 2000.

MARX, Karl. Manifesto do Partido Comunista. In: Marx, K e Engels, F. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-ômega, 1848.

PAZ, Octavio. Signos em rotação. São Paulo: Perspectiva, 1996.

REIS, Célia Maria Domingues da Rocha. A narrativa expressionista de Ricardo Guilherme Dicke. Cuiabá, MT, n. 16, 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 de junho de 2011.

ROSENFELD, Anatol. Texto e contexto. São Paulo: Perspectiva, 1976.

SCHOLLHAMMER, Karl Erik. Além do visível: o olhar da literatura. Rio de Janeiro: 7letras, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br