Entre memórias e tradições na escrita de O vendedor de passados, de Agualusa

Ana Cristina Pinto Bezerra

Resumo


A obra O vendedor de passados (2004), de Agualusa, faz convergirem, pelo viés da escrita, reflexos das tradições africanas. No entanto, tal panorama perpassa a visão de uma “tradição reinventada”. Nesse sentido, a leitura aqui apresentada pretende perceber lastros dessa tradição africana no livro do angolano Agualusa, principalmente no tocante aos traços da oralidade que podem ser sentidos na escrita de um universo metafórico e maravilhoso que circunda a figura de um vendedor de passados. Percorrese, assim, aspectos de uma tradição transmutada, construída a partir de um jogo de memórias e identidades no espaço africano.


Palavras-chave


Tradição; Oralidade; Memória; Agualusa.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUALUSA, José Eduardo. O vendedor de passados. Rio de Janeiro: Gryphus, 2004.

BENJAMIN, Walter. O Narrador. In: ______. Obras escolhidas: Magia e técnica, arte e política. 10. ed. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BERND, Zilá. Literatura e identidade nacional. 2 ed. Porto Alegre: UFRGS, 2003.

BORNHEIM, Gerd A. [et al.]. Tradição/contradição. Rio de Janeiro: Jorge Zahar/ Funard, 1987.

CHAVES, Rita. A formação do romance angolano: Entre Intenções e Gestos. Coleção Via Atlântica, n° 1. São Paulo, 1999.

FRIEDMAN, Norman. O ponto de vista na ficção: o desenvolvimento de um conceito crítico. Revista USP. n. 53, 2002.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. Trad. Beatriz Sidou. São Paulo: Centauro, 2006.

HAMPÂTÉ BÁ, Amadou. A tradição viva. In: ______. Introdução à cultura Africana. Edições 70. Lisboa. 1970.

HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence. A invenção das tradições. Trad. Celina Cardim Cavalcante. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Trad. Bernardo Leitão [et. al.] 5.ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2003.

MATA, Inocência. A condição pós-colonial das literaturas de língua portuguesa: algumas diferenças e convergências e muitos lugares-comuns. In: LEÃO, Ângela Vaz. Contatos e ressonâncias: literaturas africanas de língua portuguesa. Belo Horizonte: PUC Minas, 2003, p. 43-71.

MARTINS, Leda Maria. A oralitura da memória. In: FONSECA, Nazareth Soares. Brasil afro-brasileiro. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

PADILHA, Laura Cavalcante. Entre voz e letra: O lugar da ancestralidade na ficção angolana do século XX. 2 ed. Niterói: EDUFF, Rio de Janeiro: Pallas Editora, 2007.

PESTANA, Nelson. A história na estória em Angola: Henrique Abranches e José Eduardo Agualusa. In: CHAVES, Rita; MACÊDO, Tânia. Marcas da diferença. São Paulo: Alameda Casa Editorial, 2006, p. 227-241.

REVISTA LER - Livros e Leitores. Entrevista de José Eduardo Agualusa a Carlos Vaz Marques. Portugal, 2009, mensal. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2011.

WEISZFLOG, Walter. Michaelis Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. São Paulo: Melhoramentos, 2005, p. 2288.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br