O campo literário afro-brasileiro e a recepção de Carolina Maria de Jesus

Fernanda Rodrigues de Miranda

Resumo


O artigo está dividido em duas partes; na primeira discute-se a construção de um campo literário afro-brasileiro do ponto de vista epistemológico, considerando a queda do sujeito moderno unificado e o consequente abalo de seus quadros de referência de um lado, e de outro, a concepção contemporânea do “retorno do autor” e os índices de auto-referencialidade cada vez mais presentes nas obras de ficção. Na segunda, observa-se tais problemáticas na obra da escritora Carolina Maria de Jesus, cuja recepção, no contexto de estreia, foi marcada por pressupostos de raça, gênero e classe.


Palavras-chave


Literatura afro-brasileira; Experiência; Carolina Maria de Jesus; Valor estético.

Texto completo:

PDF

Referências


ABDALA JR, Benjamin. Necessidade e solidariedade nos estudos de literatura comparada. In: Revista Brasileira de Literatura Comparada. N. 3. ABRALIC. Rio de Janeiro, 1996. Disponível em: http://www.abralic.org.br/download/revista/Revista_Brasileira_de_Literatura_Comparada_-_03.pdf. Acesso em 15/11/2011.

AMPÂTÉ-BÂ, Amadou. A palavra, memória viva na África. In: O correio da Unesco, ano 7 (10/11), Rio de Janeiro: 1979.

COSTA, Sérgio. Muito além da diferença: (im)possibilidades de uma teoria social pós-colonial. Disponível em: . Acesso em 15/11/2011.

DANTAS, Audálio. Nossa irmã Carolina. In: JESUS, Carolina Maria de. Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada. São Paulo: Livraria Francisco Alves, 1960.

FONSECA, Maria Nazaré Soares. Literatura negra, literatura afro-brasileira: como responder à polêmica?. In: SOUZA, Florentina & LIMA, Maria Nazaré (Orgs.). Literatura afro-brasileira. Bahia: Centro de Estudos Afro-Orientais; Brasília: Fundação Cultural Palmares, 2006.

HALL, Stuart. “New Ethnicities”. In: Houston Baker et alii: Black British Cultural Studies: A Reader. Londres e Chicago, University of Chicago Press, 1996.

______. Da Diáspora: Identidades e Mediações Culturais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2006.

JESUS, Carolina Maria de. Casa de Alvenaria: Diário de uma Ex-favelada. 1ª ed, São Paulo: Francisco Alves, 1961.

______. Diário de Bitita. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

______. Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada. 1ª ed, São Paulo: Francisco Alves, 1960.

MENUCCI, Sud. A carta abolicionista de Luiz Gama a Lúcio de Mendonça.

In: O precursor do abolicionismo no Brasil. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1938.

MOTT, Maria Lúcia de Barros. Escritoras Negras resgatando a nossa história. Papéis Avulsos 13. Rio de Janeiro: CIEC – Centro Interdisciplinar de Estudos Contemporâneos/UFRJ, 1989.

PERPÉTUA, Elzira Divina. Traços de Carolina Maria de Jesus: gênese, tradução e recepção de Quarto de Despejo. Tese de doutorado, FALE/UFMG, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br