A VIAGEM, O DESEJO E A AFIRMAÇÃO DA VIDA EM PERTO DO CORAÇÃO SELVAGEM, DE CLARICE LISPECTOR

Gilson Antunes da Silva

Resumo


Este artigo analisa a representação da viagem no romance Perto do coração selvagem, de Clarice Lispector. Toma a noção de desejo como elemento propulsor dessa travessia e focaliza a análise no último capítulo do livro. Para tanto, vale-se de conceitos advindos da Psicanálise e da Filosofia. Trata-se, portanto, de uma análise literária de natureza interdisciplinar que tem na viagem seu ponto de partida. 


Abstract: This article examines the representation of the journey in the novel Perto do coração selvagem by Clarice Lispector. It takes the notion of desire as a driving element of this crisis and focuses on the analysis in the last chapter of the book. So, it draws on concepts arising from psychoanalysis and philosophy. It is, therefore, an analysis of literary interdisciplinary nature which has in the journey its starting point.


Palavras-chave


Viagem; desejo; Perto do coração selvagem; Clarice Lispector. journey; desire; Perto do coração selvagem; Clarice Lispector.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. 5 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ALMEIDA, Rogério Miranda de. Nietzsche e Freud: eterno retorno e compulsão à repetição. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução: Centro Bíblico Católico. 65 ed. São Paulo: Ave Maria, 1989.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. 20 ed. Rio de janeiro: José Olympio, 2006.

EDLER, Sandra. Luto e melancolia: à sombra do espetáculo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008. (Para ler Freud).

HERRERA, Antonia Torreão. O sentido e a lei: A paixão segundo G.H. In: Qvinto Império: Revista de Cultura e Literaturas de Língua Portuguesa, Salvador, n. 11, vol. 1, p. 47-56, ag. 1999b.

KEHL, Maria Rita. O desejo da realidade. In: NOVAES, Adauto (Org.). O desejo. São Paulo: Companhia das Letras, 1990, p. 363 - 382.

LACAN, Jacques. O seminário, Livro 10: A angústia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

______. O Seminário, Livro 7: a ética da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 1997.

NIETZSCHE, Friedrich. O anticristo: maldição ao cristianismo: Ditirambos de Dionísio. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

______. Ecce homo: como alguém se torna o que é. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. A gaia ciência. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

NUNES, Benedito. A narração desarvorada. In: Cadernos de Literatura Brasileira, n. 17/18. São Paulo: Instituto Moreira Sales, dez, 2004, p. 292-301.

SEIXO, Maria Alzira. Poéticas da viagem na literatura. Lisboa: Edições Cosmos, 1998.

SÜSSEKIND, Flora. O Brasil não é longe daqui: o narrador, a viagem. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br