Literatura e história - Uma representação da ditadura militar pós 1964, no brasil, em O que é isso, companheiro?, de Fernando Gabeira

Elaine dos Santos

Resumo


Literatura e História são formas escritas de preservação e reavaliação do passado de um povo. Ler a História sob a ótica do narrador literário representa uma nova possibilidade de compreensão dos fenômenos históricos. A violência, a violação dos direitos humanos foram uma prática no Brasil ditatorial e, em O que é isso, companheiro?, a narrativa memorialista, testemunhal permite ao leitor encontrar novamente aquela realidade que, no romance, se faz ficcional.


Palavras-chave


História; Memória; Literatura; Narrador.

Texto completo:

PDF

Referências


AQUIDIOCESE DE SÃO PAULO. Brasil Nunca Mais. 17. ed. Petrópolis, Vozes, 1986.

FORSTER, E. M. Aspectos do Romance. 2. ed. Porto Alegre, Globo, 1974.

FRANCO, Renato. Literatura e catástrofe no Brasil: Anos 70. In: SELIGMAN-SILVA Márcio (org.). História, memória, literatura: o Testemunho na Era das Catástrofes. Campinas, Ed. da UNICAMP, 2003, p. 355-374.

GASPARI, Elio. Ditadura Escancarada. São Paulo, Companhia das Letras, 2002.

LE GOFF, J. História e memória. 4 ed. Trad. Bernardo Leitão. Campinas, Ed. da UNICAMP, 1996.

LEITE, Lígia Chiappini Moraes. O Foco Narrativo. 5. ed. São Paulo, Editora Ática, 1991.

LEENHARDT, Jacques. A construção da identidade pessoal e social através da história e da literatura. In: LEENHARDT, Jacques & PESAVENTO, Sandra Jatahy (org). Leituras Cruzadas: diálogos da história com a literatura. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2000, p. 41-50.

LUFT, Celso Pedro. Minidicionário Luft. 19. ed. São Paulo, Ática, 2000.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Contribuição da história e da literatura para a construção do cidadão: a abordagem da identidade nacional. In: LEENHARDT, Jacques & PESAVENTO, Sandra Jatahy (org). Leituras Cruzadas: diálogos da história com a literatura. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2000, p. 17-40.

REUTER, Yves. Introdução à análise do romance. Trad. Angela Bergamini et al. São Paulo, Martins Fontes, 1996.

SANTOS, Pedro Brum. Teorias do romance – relações entre ficção e história. Santa Maria, Ed. da UFSM, 1996.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. Reflexões sobre a memória, a história e esquecimento. In: SELIGMANN-SILVA Márcio (org.). História, memória, literatura: o Testemunho na Era das Catástrofes. Campinas, Ed. da UNICAMP, 2003, p. 59-90.

SOUZA, Roberto Acízelo de. Teoria da Literatura. 2. ed. São Paulo, Ática, 1987.

VEYNE, Paul. Como se escreve a História. Foucault revoluciona a História. 4. ed. Ed. da Universidade de Brasília, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br