Os conflitos identitários em "Ascensão e queda de Robhéa, Manequim & Robô"

André Luiz Gomes

Resumo


Neste artigo, analisamos as relações entre a reificação do indivíduo e o esfacelamento da identidade como formas de crítica a contextos de autoritarismo e de consumismo exacerbado, presentes no conto “Ascensão e queda de Robhéa, manequim & robô”, inserido no livro O ovo apunhalado (2001), de Caio Fernando Abreu. No conto, ficção científica, alegoria e morte se articulam e produzem uma sutil crítica social.


Palavras-chave


Autoritarismo; Identidade; Morte; Representação.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, C.F. O ovo apunhalado. Porto Alegre: L&PM, 2001.

BENJAMIN, W. Origem do drama barroco alemão. Trad.: Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1984.

______. Experiência e pobreza. In: ______. Documentos de cultura, documentos da barbárie. São Paulo: Cultrix/Edusp, 1986, p. 195-198.

______. Sobre o conceito de História. In: ______. Obras escolhidas 1: Magia e técnica, arte e política. Trad.: Paulo Sérgio Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985, p. 223-232.

______. Sobre alguns temas em Baudelaire. In: ______. Obras Escolhidas III: Charles Baudelaire, um lírico no auge do capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1989, p. 103-149.

CHCLOVSKI, V. A arte como procedimento. In: EIKHENBAUM, B. Teoria da Literatura: formalistas russos. 4.ed. Porto Alegre: 1978, p. 39-56.

FREUD, S. Duelo e melancolia. In: ______. Obras completas. 4.ed. Madrid: Editorial Biblioteca Nueva, 1981, p. 2091-2100 (Tomo II).

GENETTE, G. O discurso da narrativa. Lisboa: Vega (s/d).

GINZBURG, J. Literatura brasileira: autoritarismo, violência, melancolia. Revista de Letras. São Paulo, n.43(1), p. 57-68, 2003.

HABERT, N. A década de 70: apogeu e crise da ditadura militar brasileira. São Paulo: Ática, 1992.

LANG, F. Metropolis. Berlim: Continental Filmes, 1927 (versão reconstituída).

LEITE, L.C. M. O foco narrativo. 10 ed. São Paulo: Ática, 2006

LOTMAN, I. La structure du texte artistique. Paris: Gallimard, 1973.

PORTO, A. P. & PORTO, L. Caio Fernando Abreu e uma trajetória de crítica social. Letras, Curitiba, n. 62, p. 61-77, 2004.

POUILLON, J. O tempo no romance. São Paulo, Edusp/Cultrix, 1974.

TOMACHEVSKI, B. Temática . In: EIKHEMBAUM, B. Teoria da Literatura: formalistas russos. 4.ed. Porto Alegre: Globo, 1978, p. 169-204.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br