Calisto Elói e seus intertextos: a construção de um símbolo de Portugal

Adriano Lima Drumond

Resumo


Compreendendo o protagonista de A queda dum anjo (1865) como símbolo da nação portuguesa, este artigo apresenta uma análise de importantes intertextualidades dessa novela de Camilo Castelo Branco.

 


Palavras-chave


Camilo Castelo Branco; Portugal; Intertextualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Maria Fernanda. Cervantes no romantismo português: cavaleiros andantes, manuscritos encontrados e gargalhadas moralíssimas. Lisboa: Editorial Estampa, 1994.

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

BERNARDINO, Teresa. Sociedade e atitudes mentais em Portugal (1777-1810). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1986.

CASTELO BRANCO, Camilo. Obras completas. Porto: Lello & Irmão, 1986. v. V.

______. Obras completas. Porto: Lello & Irmão, 1988. v. VIII.

______. Obras completas. Porto: Lello & Irmão, 1990. v. XII.

COELHO, Jacinto do Prado. Dicionário das literaturas portuguesa, galega e brasileira. Porto: Livraria Figueirinhas, 1960.

COELHO, Jacinto do Prado. Introdução ao estudo da novela camiliana. 4. ed. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2001.

DUARTE, Lélia Parreira. A tessitura irônica de A queda dum anjo, de Camilo Castelo Branco. Revista de Estudos Literários, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 82-97, out. 1993.

FERRO, Túlio Ramires. Tradição e modernidade em Camilo: (A queda dum anjo). Lisboa: Parceria A. M. Pereira LDA, 1966.

FIGUEIREDO, Fidelino. História da literatura romântica. São Paulo: Editora Anchieta, 1946.

FRANÇA, José-Augusto. O romantismo em Portugal. 3a ed. Lisboa: Livros Horizonte, 1999.

GARRETT, Almeida. Obras completas. Porto: Lello & Irmão, [1963]. v.I

GOETHE, Johann Wolfgang. Fausto. Belo Horizonte: Itatiaia, 1997.

HERMANN, Jacqueline. No Reino do desejado: a construção do sebastianismo em Portugal – séculos XVI e XVII. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

LOPES, Óscar. Claro-escuro camiliano. In: A busca de sentido: questões de literatura portuguesa. Lisboa: Caminho, 1994, p. 39-65.

LOURENÇO, Eduardo. Mitologia da Saudade. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

MACEDO, Helder. As viagens na minha terra e a menina dos rouxinóis. Colóquio Letras, Lisboa, n. 51, p. 15-24, set. 1979.

MARTINS, Oliveira. História de Portugal. Lisboa: Parceria António Maria Pereira, 1942. v. II.

OLIVEIRA, Paulo Motta. De navegações e naufrágios: imagens de Portugal de Garrett a Pessoa. In: PEREIRA, Edgard; OLIVEIRA, Paulo Motta; OLIVEIRA, Silvana Maria Pessôa de. Intersecções: ensaios de Literatura Portuguesa. Campinas: Editora Komedi, 2002, p. 67-162.

PESSOA, Fernando. Sobre Portugal: introdução ao problema nacional. Lisboa: Ática, 1979.

QUEIROZ, Eça de. A cidade e as serras. Porto: Lello & Irmão, 1950.

QUESADO, José Clécio Basílio. Garrett, Camilo, Eça entre Quixote e Sancho. Rio de Janeiro: UFRJ, 1988.

RAMOS JR., José de Paula. Roteiro de leitura: A ilustre casa de Ramires de Eça de Queirós. São Paulo: editora Ática, 1996.

SANTOS, João Camilo dos. Os malefícios da literatura, do amor e da civilização: Ensaios sobre Camilo Castelo Branco. Lisboa: Fim de Século Edições, 1992.

SERRÃO, Joel. Do sebastianismo ao socialismo. Lisboa: Livros Horizonte, 1983.

______. Temas de cultura portuguesa II. Lisboa: Portugália Editora, 1965.

HOMEM, Amadeu Carvalho. Jacobinos, liberais e democratas na edificação de Portugal. In: TENGARRINHA, José (org.). História de Portugal. 2. ed. Bauru: EDUSC; São Paulo: UNESP; Portugal: Instituto Camões, 2001, p. 341-359.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br