O racismo no romanceLe Sang de l'Anglais (1993), De Carl de Souza

Daniele Benício, Thomas Bonnici

Resumo


Quando se fala em literaturas pós-coloniais, logo nos remetemos à imagem de povos oprimidos que se libertam do estado de alienação escrevendo literatura de revide. O presente artigo busca registrar a literatura africana e o racismo no romance Le Sang de l’Anglais, e com isso trazer à luz a história dos povos colonizados de expressão francofona. Os dados apresentados mostram que, apesar da opressão colonial, há indícios de subjetividade e resistência no personagem oprimido. Acredito que o estudo de tais obras possa contribuir para a construção de uma figura significativa da áfrica, ao mesmo tempo histórica e cultural, para pessoas interessadas em textos literários africanos de expressão francesa.

 


Palavras-chave


Literatura; Pós-colonialismo; Francofonia; Racismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ASHCROFT, B., GRIFFITHS, G., TIFFIN, H. The Empire Writes Back: Theory and Practice in Post-Colonial Literatures. London: Routledge, 1991.

APPIAH, Kwame. O pós-colonial e o pós-moderno. In: Na casa de meu pai: a África na filosofia da cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

BHABHA, Homi K. A questão do Outro: diferença, discriminação e o discurso do colonialismo. In: HOLLANDA, Heloisa Buarque de (org). Pós-modernismo e política. Rio de Janeiro: Rocco, 1991.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003.

BEN JELLOUN, Tahar. Le Racisme expliqué a ma fille. Paris: Du Seuil, 1998.

BONNICI, Thomas. O Pós-colonialismo e a literatura. Maringá: Eduem, 2000.

______. A teoria do pós-modernismo e a sociedade. Mimesis (Bauru) 20.2: 25-37, 1999.

______. Introdução aos estudos das literaturas pós-coloniais. Mimesis (Bauru) 19.1: 7-23, 1998.

______. Conceitos-chave da teoria pós-colonial. Maringá: Eduem, 2005.

BONNICI, Thomas, e Lúcia Ozana Zolin. Teoria Literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. Maringá: Eduem, 2003.

CANDIDO Antonio. Literatura e sociedade: estudos de teoria e historia literária. 7. ed. São Paulo: Nacional, 1985.

FIGUEIREDO, Euridice. Construções de Identidades Pós-coloniais na Literatura Antilhana. Niterói: EDUFF, 1998.

GILROY, Paul. O Atlântico Negro Modernidade e dupla consciência. São Paulo: Editora 34; Rio de Janeiro: UCAM, 2001.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

JONES, James M. Racismo e preconceito. Trad. Dante Moreira Leite. São Paulo, 1973.

JOUBERT, Jean-Louis. La Francofonia. Paris: CLE International, 1997.

MARX, G. T. Editor’s introduction to Racism and Race relations. In: M. WERTHEIMER, M. (ed.). Confrontation: Psychology and the Problems of Today. Glenview: Scott Foresman, 1971.

MEMMI, Albert. L’Homme Domine: Le noir - le colonisé - le proletaire - le juif - la femme - le domestique. Paris: Gallimard, 1968.

SOUZA, Carl. Le Sang de L´Anglais: Paris: ACCT/Hatier 1993.

ZILÁ, Bernd. Racismo e anti-racismo. São Paulo: Moderna, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Estação Literária
Londrina/ PR
ISSN: 1983-1048
E-mail: estacaoliteraria@uel.br