A crônica em Machado de Assis e Rubem Braga: um reflexo da realidade política e social de uma época

Maura Voltarelli, Glauco Rodrigues Cortez

Resumo


O presente artigo tem como objetivo fazer a desconstrução conceitual de duas crônicas situadas em épocas e contextos diferentes. Uma de autoria de Machado de Assis e outra mais moderna da autoria de Rubem Braga. A desconstrução será feita com base nas principais teorias e pensamentos que fundamentam o estudo da ordem do discurso e linguística de forma geral. Por trás dessa desconstrução pretende-se entender melhor, de forma mais completa e abrangente a estrutura das crônicas em questão e mostrar qual delas melhor refletiu a realidade política e social de sua época.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2011v11n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional