A ironia como estratégia argumentativa em texto de crítica política da internet

Simone Maria Barbosa Nery Nascimento

Resumo


A linguagem é considerada por muitos estudiosos um jogo dinâmico entre interlocutores e tem um grande poder de persuasão. Utilizada por pessoas de diferentes classes e em diferentes âmbitos sociais, pode-se dizer que a linguagem, por meio da argumentação, sempre moldou o caráter da sociedade. É também por isso que estudiosos têm se preocupado em analisá-la em seu caráter dialógico.  O presente estudo, com o objetivo de identificar valores argumentativos embutidos no discurso, analisa um texto irônico retirado do portal eletrônico, PortalNosso São Paulo, o qual publica pensamentos filosóficos, críticas políticas, notícias e dados em geral a respeito do estado de São Paulo. O texto analisado trata-se de um artigo em que seu autor, Célio da Silva Franco, expressa seus pensamentos  sobre os discursos políticos apresentados pela propaganda eleitoral televisiva dos candidatos à presidência da República do Brasil, nas eleições de 2006. Para embasamento teórico, recorreu-se aos conceitos de dialogismo, polifonia e heterogeneidade, com bases, principalmente, nos trabalhos de Bakhtin e Authier-Revuz. Constatou-se, no texto analisado, que a ironia é um recurso argumentativo que exige do leitor uma participação ativa no processo de negociação e interpretação do sentido. Dessa forma, o implícito não se recupera facilmente na inversão dos enunciados, mas na contradição dos valores argumentativos arraigados às comunidades.


Palavras-chave


Ironia. Texto argumentativo. Crítica política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2010v10n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional