Entre dizeres e fazeres: evidências de um processo de formação continuada

Luciene Paula Machado Pereira

Resumo


O artigo se propõe a apresentar uma análise comparativa entre concepções expressas acerca de língua, texto e trabalho com língua materna e em parte do planejamento pedagógico de professores atuantes nos anos finais do Ensino Fundamental, participantes de curso de formação continuada. Concebendo o planejamento pedagógico como ação de linguagem constitutiva do agir profissional do docente, a relação entre teoria e prática ou entre as concepções internalizadas e as situações didáticas representadas deixa entrever a constituição identitária do professor expressa pelo seu agir. Evidenciamos o distanciamento de uma prática pedagógica em relação à concepção da língua enquanto realização discursiva, o que se reflete na presença do texto em sala de aula direcionado para a efetivação de um trabalho focado em aspectos estruturais, descontextualizado.

 

 


Palavras-chave


Planejamento pedagógico; Ação de linguagem; Trabalho docente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2019v19n1p331

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional