O papel da ficha de avaliação e da escuta no ensino do gênero seminário

Lília Santos Abreu-Tardelli, Kelli Mileni Voltero

Resumo


RESUMO: O artigo parte de uma proposta de ficha de avaliação do seminário oral que visa à formação docente e discente na universidade. A ficha é utilizada em um curso de graduação em Letras para avaliar o gênero seminário em que os discentes apresentam o resultado de um tema selecionado e pesquisado. O objetivo deste artigo é discutir esse dispositivo didático tendo em vista a validade desse instrumento como norteador das futuras ações discentes e docentes, assim como a relevância do papel da escuta durante o seminário. A proposta visa contribuir, de forma mais ampla, para a reflexão sobre o ensino de gêneros orais no espaço acadêmico/escolar, mais especificamente da apresentação oral ou seminário, assim como para a importância de se considerar a avaliação do ouvinte de forma geral (e não apenas do professor).


Palavras-chave


Ensino do oral. Seminário. Ficha de avaliação. A escuta. Formação docente inicial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2019v19n1p13

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional