QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA: a apropriação do conhecimento artístico musical mediada pelos familiares

Cristiane Magalhães Bissaco, Flávia Antunes Cleice, Mislene Aparecida Paié

Resumo


O presente trabalho intenciona apresentar e discutir como o eixo "Música" na Educação Infantil pode ser apresentado em uma proposta pedagógica que integra no mesmo movimento os eixos "Linguagem Oral e Escrita" e "Artes Visuais" e que também cria condições para envolver os familiares nas produções de crianças de quatro anos de idade. Uma proposta pedagógica que engloba diferentes linguagens e que encontra respaldo nas orientações dadas nos documentos fornecidos pelo Ministério da Educação voltados para a implementação do Projeto Trilhas que englobam  atividades com canções e parlendas destinadas à Infância. Os dados apresentados e discutidos neste artigo foram levantados a partir de gravação em áudio/vídeo dos diálogos das crianças com sua professora, bem como do registro fotográfico das produções realizadas.


Palavras-chave


Música; Educação Infantil; Prática Docente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2018v18n2p245

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional