“Tem que ter mais conversa entre professor e alunos”: a construção da interação em sala de aula via projeto de letramento

Juliana Dias dos Santos, Clara Dornelles

Resumo


O presente trabalho investiga as estruturas de participação da fala-em-interação ocorridas em aulas de Língua Portuguesa, por meio da implementação de um projeto de letramento (KLEIMAN, 2000). Os procedimentos teórico-metodológicos estão embasados na pesquisa-ação (ANDRÉ, 1995) e apoiados na Microetnografia Escolar (ERICKSON, 2001), sob a ótica da Sociolinguística Interacional (GUMPERZ, 1982, 1998, 2001; GOFFMAN, 1964, 1967; RIBEIRO; GARCEZ, 1998). A pesquisa foi desenvolvida em um 8º ano em Bagé/RS e a análise dos dados ocorreu através dos registros contidos em questionários, notas de campo e gravação e transcrição de vídeos de aulas ocorridas no 1º semestre de 2011, durante a realização de estágio curricular. Os estudos sobre os processos interacionais procuram refletir sobre as diferentes participações que ocorrem na sala de aula, portanto, servem como fonte de pesquisa sobre o fazer docente. Como resultado da presente pesquisa, verificou-se que a análise das estruturas de organização da fala-em-interação e as estratégias utilizadas apontaram uma comunicação pedagógica não centrada nas professoras estagiárias, que privilegiaram a construção conjunta do conhecimento e a ampliação do engajamento discursivo dos estudantes.

Palavras-chave


Interação; estruturas de participação; projeto de letramento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2016v16n1p225



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional