A reescrituração do nome Carlota Joaquina em Carlota Joaquina – Cartas Inéditas

Mara Lucia Martins Rodrigues

Resumo


Propomos, neste artigo, analisar como o nome “Carlota Joaquina” é reescriturado nas cenas enunciativas das cartas em que a figura enunciativa da princesa se constitui como Locutor e/ou Alocutário, em Cartas particulares, endereçadas e/ou recebidas de familiares, e Cartas políticas, endereçadas e/ou recebidas de pessoas influentes politicamente à época, extraídas da obra Carlota Joaquina – Cartas Inéditas, de Francisca L. Nogueira de Azevedo (2008), no período de 1798 a 1812. Filiamo-nos à teoria da Semântica do Acontecimento, de Eduardo Guimarães (2002, 2005), por considerar que os sentidos das palavras se alteram, se modificam, tornam a significar os sentidos atribuídos anteriormente ao serem reescriturados.


Palavras-chave


Semântica do Acontecimento; Reescrituração; Carlota Joaquina.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2014v14n2p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional