Tradução literária homem vs máquina: um ensaio sobre a tradução online

Fabrício Leal Leal Bernardo

Resumo


RESUMO: Em um mundo cujas barreiras culturais estão se tornando cada vez mais tênues, a tradução tem obtido papel de destaque, especialmente aquela que se faz rapidamente, no ‘clique’ de um ‘mouse’. Neste ensaio, o objetivo é dar especial atenção ao gênero literário e à ferramenta online de tradução Google Tradutor, largamente utilizada seja por leigos ou estudiosos, e mostrar evidências da imprescindibilidade do atilamento humano numa tradução que se quer bem feita. Este estudo baseia-se em uma revisão bibliográfica de autores proeminentes como Delille et al. (1986), John Milton (1993) e J.C. Catford (1980), com ênfase neste último e nas Categorias de Tradução propostas por ele em seu livro “Uma Teoria Linguística da Tradução”. Ressaltando, ainda, a questão polissêmica da tradução literária, almejamos lançar uma luz sobre o ofício do tradutor e sobre o caráter falível da tradução online. A metodologia consistiu em realizar uma análise comparativa entre o texto literário Moll Flanders, de Daniel Defoe (1660-1731), no original em Inglês, sua tradução online dada pelo GT para o Português e uma tradução para o Português do Brasil executada por Antônio Alves Cury (Ed. Abril, 1995), identificando e analisando os graus de equivalência textual segundo as seguintes categorias: volume, níveis e ordem (Catford, 1980). Os resultados permitiram conhecer e elucidar as diferenças entre a tradução online e aquela feita por uma pessoa, em especial no que tange a traduzir textos semanticamente complexos, resultados da criatividade e da alta capacidade de expressão humana. 


Palavras-chave


Tradução literária; Tradução humana; Google tradutor; Moll Flanders.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2014v14n2p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional