Tiras: diagnóstico de uma aula de leitura na formação inicial

Cláudia Valéria Doná Hila

Resumo


O presente artigo objetiva, à luz da Lingüística Aplicada, realizar um diagnóstico sobre o conhecimento de um trio de professorandos em relação ao gênero tira, por meio da elaboração de um plano de aula a ser desenvolvido em uma 5ª. série, da rede pública de ensino. O referencial teórico apóia-se na teoria enunciativa de cunho bakthiniano, mas também traz contribuições da Semiótica, tendo em vista a natureza do objeto de investigação. Os resultados evidenciam que ao final do curso os professorandos não possuem conhecimentos relevantes sobre a natureza do texto não- verbal, bem como sobre o ensino de gêneros sincréticos, o que torna necessária e emergencial medidas interventivas na formação inicial em relação ao lugar dos gêneros verbo-visuais na formação de futuros professores.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2007v7n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional