A reescrita nos documentos oficiais: da literatura científica aos PCN

Adair Vieira Gonçalves, Alexandre Martins Pinho

Resumo


Este estudo tem por objetivo analisar um dos documentos oficiais norteadores da educação básica, os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN (BRASIL, 1998). O intuito principal da pesquisa é investigar como o conceito de reescrita foi retextualizado da literatura científica - Geraldi (1995), Jesus (1995), Pasquier & Dolz (1996) para os PCN. Trata-se de uma pesquisa documental (SÁ-SILVA et al, 2009) de abordagem qualitativa (LÜDKE & ANDRÉ, 2012). Pode-se concluir que os PCN apenas resumem, ficham e sintetizam teorias acadêmicas sobre reescrita (SILVA; MELO, 2009). Constata-se que tanto os PCN quanto os autores defendem que o ato de reescrever não deve ser entendido apenas como reformulação/correção de estruturas gramaticais consideradas inadequadas, mas um processo complexo que engloba atividades várias, ao possibilitar que o aluno reflita sobre a própria língua e, posteriormente, aprimore a escrita.

Palavras-chave


Parâmetros Curriculares Nacionais, Retextualização, Reescrita

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2014v14n2p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional