Uma mesma diferente imagem: que objeto é esse?

Aracy Ernst-Pereira, Marchiori Quadrado de Quevedo

Resumo


A partir de uma foto da agência Reuters a respeito do bombardeio aliado à Líbia, e da maciça reprodução dessa foto nas capas de jornais de vários países do mundo, este artigo visa a refletir acerca do estatuto da imagem na Análise de Discurso de linha francesa. Para isso, vale-se das pistas do excesso e do estranhamento, com as quais o analista pode, na construção do seu arquivo, restaurar o que Pêcheux (1982) definia como o espaço polêmico das diferentes maneiras de ler (ver). Nesse trabalho analítico, pensamos estar convocado o lugar não apenas do sujeito histórico de um discurso, mas também o lugar do próprio analista.

Palavras-chave


Discurso; Imagem; Leitura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2013v13n2p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional