A variação histórica em uma crônica de 1932: alguns aspectos ortográficos do português no Brasil

Gabriella Monteiro Pezatto, Joyce Elaine de Almeida Baronas, Luciana Silvestre

Resumo


Este artigo tem o objetivo de estudar algumas questões referentes à ortografia da Língua Portuguesa no Brasil. Para isso, selecionamos a crônica Quadros de todo dia, de Bluette, publicada em 1932, na revista ilustrada “A Cigarra”, em que analisamos os vocábulos cujas grafias não são mais utilizadas, visando demonstrar as etapas de sua evolução. Considerando a diversidade de materiais sobre a variação linguística, optamos por adotar as teorias desenvolvidas, principalmente, por Camacho (1988), Coutinho (1958) e Williams (1975). Por fim, constatamos a natureza dinâmica da língua, que está, a todo momento, sofrendo alterações e redefinindo-se, dificultando, portanto, generalizações e conclusões herméticas a seu respeito.

Palavras-chave


Variação linguística; Variação histórica; Ortografia; Crônica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2013v13n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional