A variação linguística no uso do pretérito perfecto compuesto espanhol: ponderações sobre o estado da arte.

Leandro Silveira de Araujo

Resumo


O presente artigo visa realizar uma breve apresentação dos muitos estudos que tangenciam, de alguma maneira, a questão do pretérito perfecto compuesto no espanhol. Desse modo, buscamos viabilizar um confronto das diferentes conclusões sobre o comportamento da forma verbal, assinalar a complexidade que envolve o fenômeno e começar promover o pensamento de que essas variações no uso correspondem a estratégias e necessidades comunicativas dos falantes e sua visão de mundo.

Palavras-chave


Pretérito Perfecto Compuesto; Variação linguística; Língua Espanhola; Dialetologia; Argentina.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2014v14n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional