A discursivização acerca da homoafetividade: (des)construção de identidades ancoradas numa intolerância religiosa

Danúbia Barros Cordeiro

Resumo


O presente artigo tem por objetivo problematizar as práticas de discursivização acerca dos sujeitos homoafetivos em nossa sociedade, pretendendo-se aqui verificar a produção de sentidos em um texto de outdoor contra o homossexualismo e a (des)construção da identidade gay a partir dos questionamentos, das discussões e dos preconceitos dirigidos a esse grupo. A investigação será feita sobre o texto exposto em dez outdoors que foram espalhados em várias ruas da cidade de Campina Grande (Paraíba), intitulados HOMOSSEXUALISMO, no período entre 18 e 22 de junho de 2007, sendo uma campanha patrocinada pela VINACC (Visão Nacional para a Consciência Cristã) e pelo Projeto Jonas, entidade apoiada por igrejas evangélicas da Paraíba. O referencial teórico que balizará a análise do corpus é o da Análise do Discurso de orientação francesa e sua noção de leitura enquanto interpretação a partir dos gêneros discursivos, procurando observar as leituras e os sentidos alcançados sobre o texto em sua opacidade, os quais são ancorados pelas redes de memória. Assim, esse trabalho observa que as identidades homossexuais são (des)construídas no interior de formações discursivas específicas em meio às relações sociais e culturais e essa (des)construção tende a produzir sujeitos iguais dentro de uma sociedade e excluir os que fogem a essa realidade, os “diferentes”. Isso confirma o controle social por meio de procedimentos reguladores, que organiza e seleciona os acontecimentos e os dizeres através das relações de poder.


Palavras-chave


Análise de discurso. Identidade homoafetiva. Discurso religioso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2015v15n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional