A universidade e os desafios da formação docente em uma era de supercomplexidade

Rosemeire Granada Costa, Janete Silva dos Santos, Valéria da Silva Medeiros, Maria José Pinho

Resumo


Os paradigmas da ciência influenciam todas as áreas do conhecimento, em especial, a Educação, e, por consequência, a formação de professores. A busca pela qualidade de um ensino voltado para a construção da cidadania e para uma educação firmada no aprender a conhecer e no aprender a fazer, exige necessariamente, repensar a formação inicial de professores. Nessa formação inicial de professores os pressupostos de um paradigma emergente surgem como um desafio ao qual a Universidade deve estar atenta a fim de atender as exigências dessa nova era da Educação. A educação, de maneira geral, passa por um período de transição marcado por profundas mudanças e a formação inicial de professores, oferecida pela Universidade, deve acompanhar essa transição a fim de preparar futuros profissionais com uma identidade reflexiva a qual dê ênfase à produção de conhecimento.

Palavras-chave


educação, formação de professores, novos paradigmas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2013v13n2p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional