Estratégias para o ensino de espanhol como atividade na escola pública

Paulo Roberto Sehnem, José Marcelo Freitas de Luna

Resumo


Escolas de educação básica do Brasil têm demonstrado não garantir uma relação de ensino - aprendizagem de língua estrangeira bem sucedida. Neste trabalho, apresentamos os resultados de pesquisa realizada no ano de 2006 na cidade de Joinville, em Santa Catarina, no Brasil e seus posteriores desdobramentos em termos de práticas de sala de aula. O objetivo da investigação foi comprovar a tese de que o êxito da aprendizagem se deve às características e aos recursos da prática de ensino como Atividade em oposição à abordagem dessa língua como Disciplina. Emergem como resultados considerações e sugestões de estratégias de ensino como Atividade a serem usadas em escolas públicas. 


Palavras-chave


estratégias de ensino; espanhol como língua estrangeira; escolas públicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2013v13n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional