Representações do papel social docente em textos acadêmicos de professores em formação

Carla Callegaro Corrêa Kader, Marcos Gustavo Richter

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de analisar as representações sobre o profissional professor em textos acadêmicos de Letras, produzidos por professores em formação inicial. Para tanto, baseou-se em autores como Richter (2006, 2008, 2011), Guareschi e Jovchelovitch (1995),Ticks (2005), Grigoleto (2005), Celani & Magalhães (2002), entre outros. Os pressupostos teóricos, desse estudo, apresentam conceitos de representação social e focalizam a presença da modalidade deôntica nos textos dos professores em formação inicial à luz dos recursos metodológicos da Linguística de Corpus. Inicialmente, formou-se um banco de dados com 381 arquivos de textos acadêmicos de Letras (trabalhos finais de graduação e monografias de especialização lato sensu), selecionou-se o nódulo professor acompanhado dos verbos deônticos dever e poder. Em seguida, aplicou-se os recursos computacionais do programa WordSmith Tools 6.0 para formação da wordlist e das concord lines. A partir das linhas de concordância, selecionou-se os excertos que seriam analisados. Os resultados apontam para um discurso normatizador, voltado para a práxis docente, além de demonstrar um profissional em busca de estratégias didáticas adequadas aos conceitos adquiridos na universidade que possibilitem a aquisição, a aprendizagem, o conhecimento linguístico para o desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita de seus alunos.


Palavras-chave


Representação; Professor em formação inicial; Teoria Holística da Atividade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2013v13n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional