Revisitando o livro didático: a variação lingüística e o ensino de língua

Sandra Regina Cecílio, Cleusa Maria Alves de Matos

Resumo


A variação lingüística esteve ausente na proposta pedagógica de ensino deíngua portuguesa durante muito tempo. Em detrimento da democratização do ensinoiniciada nos anos 60 surgiu a necessidade de os pesquisadores discutirem tal fenômenono âmbito educacional. O presente trabalho é uma retomada de pesquisa anterior,realizada por Cecílio (2002) acerca da variação lingüística apresentada em manuaisdidáticos (1996, 1998, 1999) de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental, adotados emescolas públicas paranaenses. Neste momento, revisitamos e analisamos a coleçãodidática “Língua Portuguesa: rumo ao letramento”, (GUSSO; FINAU, 2002) com o objetivode observar a abordagem que tal obra confere à variação lingüística. Concluímos quea coleção didática apresenta avanço significativo em relação ao nosso foco de análise.As autoras da obra analisada consideram com propriedade as discussões e pesquisasacadêmicas acerca do assunto abordado, e acima de tudo, privilegiam reflexão sobreo fenômeno, sempre atual e presente na sociedade. Em momento algum percebemosvisões estereotipadas e preconceituosas da língua e tampouco o conceito de certo xerrado que enfatiza apenas a variedade culta e subestima as demais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2006v6n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional