O uso da reformulação retórica e da hesitação na conquista da audiência em Reality shows

André Luiz dos Santos, Vanessa Hagemeyer Burgo, Eduardo Francisco Ferreira, Letícia Jovelina Storto

Resumo


Este trabalho discute o papel exercido pela reformulação retórica e pela hesitação nos diálogos empreendidos em reality shows. Para tanto, verifica como esses recursos são utilizados na construção da imagem positiva com vistas a conquistar a audiência. O corpus deste trabalho é constituído pela gravação do episódio denominado “Reunited”, da segunda temporada do reality show “Ru Paul’s Drag Race”, veiculado no canal a cabo VHI, às quintas-feiras, no horário das 21h. Cumpre ressaltar que o corpus pode ser classificado como conversação espontânea, visto que apresenta características básicas do texto falado, tais como: menor grau de planejamento verbal, envolvimento dos interlocutores entre si e com o assunto e a existência de um espaço compartilhado entre os interactantes. Assim, as descrições da materialidade linguística e as interpretações qualitativas alicerçadas em conceitos da Análise da Conversação foram consideradas. Finalmente, os resultados obtidos com a análise da reformulação retórica são apresentados, em especial da repetição e da hesitação, enfatizando, sobretudo, o uso intencional desses recursos pelo locutor com o desejo de construir uma imagem positiva e aumentar sua popularidade entre os telespectadores do programa.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1519-5392.2012v12n1p



Revista Entretextos

Pós-Graduação em Estudos da Linguagem

Universidade Estadual de Londrina

Londrina - PR

ISSN: 1519-5392

 

Email:

entretextos@uel.br


 

 Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional