COMPREENSÃO DE LEITURA E CONSCIÊNCIA MORFOLÓGICA NO ENSINO FUNDAMENTAL I

Adriana Satico Ferraz, Acácia Aparecida Angeli dos Santos

Resumo


A compreensão de leitura e a consciência morfológica são habilidades que contribuem para o processo de ensino-aprendizagem. O objetivo do presente estudo foi investigar a proficiência em compreensão de leitura de 70 alunos (2º ao 5º ano) de uma escola pública paulista e verificar as diferenças de desempenho e as correlações existentes entre esta habilidade e a consciência morfológica. Os instrumentos utilizados foram dois testes de Cloze e as Tarefas de Avaliação da Consciência Morfológica. Os resultados indicaram aumento crescente em compreensão de leitura e consciência morfológica, conforme o avanço dos anos escolares. No 2º e 3º ano, os alunos obtiveram maiores escores na consciência morfológica derivacional e no 4º e 5º ano na flexional. Verificaram-se correlações estatisticamente significativas entre essas habilidades apenas no 3º e 5º ano. Sugere-se a continuidade nas investigações sobre o papel da consciência morfológica para o desenvolvimento da compreensão de leitura. 


Palavras-chave


habilidade linguística; habilidade metalinguística; ensino básico; avaliação psicoeducacional.

Texto completo:

PDF

Referências


Baptista, R. M., Freitas Junior, P. V., Peçanha, A. P., Soares, A. B., & Mettrau, M. B. (2016). Práticas de leitura e compreensão de texto no 6º e 7º anos do ensino fundamental. Estudos de Psicologia, 33(1), 173-182.doi: 10.1590/1982-027520160001000017

Brasil, Conselho Nacional de Saúde. (2012). Resolução Nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Recuperado de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html

Brasil, Ministério da Educação (2018). Base Nacional Comum Curricular. Recuperado de http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Coelho, C. L. G., & Correa, J. (2017). Compreensão de leitura: habilidades cognitivas e tipos de texto. Psico, 48(1), 40-49.

Cunha, V. L. O., & Capellini, S. A. (2018). Caracterização do desempenho de escolares do 3º ao 5º ano do ensino fundamental em compreensão de leitura. Revista CEFAC, 18(4), 941-951. doi: 10.1590/1982-0216201618421215

Cunha, N. de B., & Santos, A. A. A. (2019). Avaliação da consciência metatextual e sua predição da compreensão de leitura. Revista Psicologia Teoria e Prática, 21(1), 53-68. doi: 10.5935/1980-6906/psicologia.v21n1p53-68

Dancey, C. P. & Reidy, J. (2013). Estatística sem matemática para psicólogos. São Paulo: Editora Penso.

Ferraz, A. S., de Cantalice, L. M., & dos Santos, A. A. A. (2019). Motivação para aprender e compreensão de leitura em alunos do Ensino Fundamental I. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, 10(1), 173-189. doi: 10.5433/2236-6407.2019v10n1p173

Freitas Junior, P. V. D., & Mota, M. M. P. E. D. (2015). So, Morphological Awareness Contributes to Reading in Brazilian Portuguese?. Psico-USF, 20(3), 471-480. doi: 10.1590/1413-82712015200309

Gaiolas, M. S., & Martins, M. A. (2017). Conhecimento metalinguístico e aprendizagem da leitura e da escrita. Análise Psicológica, 35(2), 117-124.doi: 10.14417/ap.1175

Gilbert, J. K., Goodwin, A. P., Compton, D. L., Kearns, D. M. (2014). Multisyllabic word reading as a moderator of morphological awareness and reading comprehension. Journal of Learning Disabilities,47(1):34-43. doi: 10.1177/0022219413509966.

Gilabert, R., Martínez, G., & Vidal-Abarca, E. (2005). Some good texts are always better: Text revision to foster inferences of readers with high and low prior background knowledge. Learning and Instruction, 15(1), 45-68. doi: 10.1016/j.learninstruc.2004.12.003

Guimarães, S. B., &Mota, M. M. P. E. D. (2016). Qual a contribuição da consciência morfológica das crianças na precisão de leitura de palavras e compreensão de texto no português?. Estudos de Psicologia (Natal), 21(3), 239-248.doi: 10.5935/1678-4669.20160023

Guimarães, S. R. K., Paula, F. V., Mota, M. M. P. E., & Barbosa, V. R. (2014). Consciência morfológica: que papel exerce no desempenho ortográfico e na compreensão de leitura?. Psicologia USP, 25(2), 201-212. doi: 10.1590/0103-6564A20133713

Hagen, V., Miranda, L. C., & da Mota, M. M. P. E. (2011). Consciência morfológica: um panorama da produção científica em línguas alfabéticas. Revista Psicologia Teoria e Prática, 12(3), 135-148.

Kintsch, W., & Rawson, K. A. (2013). Compreensão. In M. J. Snowling, & C. Hulme (Orgs.). A ciência da leitura, (pp. 227-244). Porto Alegre: Penso.

Kruk, R. S., & Bergman, K. (2013). The reciprocal relations between morphological processes and reading. Journal of Experimental Child Psychology, 114(1), 10-34. doi: 10.1016/j.jecp.2012.09.014

Laroca, M. N. C. (2005). Manual de morfologia do Português. Campinas, SP: Pontes.

Lúcio, P. S., Lima, T. H. D., Jesuíno, A. D. S. A., & Rueda, F. J. (2018). Compreensão de leitura e consciência morfológica em crianças do ensino fundamental. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, 9(3), 112-131. doi: 10.5433/2236-6407.2018v9n3suplp112

Mota, M. M. P. E., & Brilhante, S. (2012). Tarefas de consciência morfológica. Relatório técnico não publicado. Rio de Janeiro; UERJ.

Mota, M. M. P. E., Lisboa, R., Dias, J., Gontijo, R., Paiva, N., Mansur-Lisboa, S., ... & dos Santos, A. A. A. (2009). Relação entre consciência morfológica e leitura contextual medida pelo teste de Cloze. Psicologia: Reflexão e Crítica, 22(2), 223-229. doi: 10.1590/S0102-79722009000200008

Mota, M. M. P. E. D., & Santos, A. A. A. (2014). The Cloze evaluation as a measure of reading ability in primary education. Psicologia Escolar e Educacional, 18(1), 135-142. doi.org/10.1590/S1413-85572014000100014

Oliveira, K. L. D., Boruchovitch, E., & Santos, A. A. A. D. (2007). Compreensão de leitura em alunos de sétima e oitava séries do ensino fundamental. Psicologia Escolar e Educacional, 11(1), 41-49. doi: 10.1590/S1413-85572007000100005

Oliveira, B. S. F., & Justi, F. R. R. (2018). A contribuição da consciência morfológica para a leitura no português brasileiro. Revista Psicologia Teoria e Prática, 19(3), 270-286. doi: 10.5935/1980-6906/psicologia.v19n3p270-286

Oliveira, K. L. D., Santos, A. A. A., & Rosa, M. T. (2016). Compreensão em leitura no ensino fundamental. Psicologia: Ciência e Profissão, 36(3), 546-557. doi: 10.1590/1982-3703001172014

Mota, M. M. P. E., Guimarães, S. B., Conti, C., Linhares, T., Rezende, L. B., Amorin, S., ... & Gumier, A. B. (2013). Diferenças entre o desenvolvimento da morfologia derivacional e flexional no português brasileiro no ensino fundamental. Psicologia: Reflexão e Crítica, 26(4), 730-734. doi: 10.1590/S0102-79722013000400013

Santos, A. A. A. (2005). Evidências e validade de critério para o Teste de Cloze. (Manuscrito não publicado). Programa de Pós-graduação Stricto-Sensu em Psicologia da Universidade São Francisco: Itatiba, SP.

Santos, A. A. A., & Fernandes, E. S. D. O. (2016). Habilidade de escrita e compreensão de leitura como preditores de desempenho escolar. Psicologia Escolar e Educacional, 20(3), 465-473. doi: 10.1590/2175-3539201502031013

Santos, A. A. A., & Ferraz, A. S. (2017). Avaliação de habilidades relacionadas à compreensão de leitura no ensino fundamental. Psico, 48(1), 21-30. doi: 10.15448/1980-8623.2017.1.24376

Santos, A. A. A., Ferraz, A. S., & Rueda, F. J. M. (2018). Relações entre a Compreensão de Leitura e as Habilidades Metalinguísticas. Psicologia Escolar e Educacional, 22(2), 301-309. doi: 0.1590/2175-35392018026239

Santos, A. A. A., & Monteiro, R. M. (2016). Validade do Cloze enquanto técnica de avaliação da compreensão de leitura. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, 7(2), 86-100.

Silva, A. A. M., & Martins-Reis, V. D. O. (2017). Influência da consciência morfológica na leitura e na escrita: uma revisão sistemática de literatura. CoDAS, 29(1), 1-8. doi: 10.1590/2317-1782/20172016032

Suehiro, A. C. B.; Santos, A. A. A. (2015). Compreensão de leitura e consciência fonológica: evidências de validade de suas medidas. Estudos de Psicologia (Campinas), 32(2), 201-211. doi: 10.1590/0103-166X2015000200005

Urbina, S. (2007). Fundamentos da testagem psicológica. Porto Alegre, RS: Artes Médicas.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-6407.2019v10n2p03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Estud. Interdiscip. Psicol.
E-mail: revistaeip@uel.br
E-ISSN: 2236-6407
DOI: 10.5433/2236-6407 

 


Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.