Atuação da Psicologia na Equipe Interdisciplinar do Programa de Fonoterapia Intensiva: Relato de Experiência

Juliana Garcia Martins, Jeniffer de Cássia Rillo Dutka, Maria de Lourdes Merighi Tabaquim

Resumo


Este estudo objetiva descrever a atuação do psicólogo no Programa de Fonoterapia Intensiva, realizado em um hospital especializado em Anomalias Craniofaciais. Trata-se de um estudo exploratório descritivo, realizado a partir de observação participante e pesquisa bibliográfica. A atuação do psicólogo compreendeu atividades de: 1) Remediação cognitiva; 2) Grupo de apoio e orientação aos familiares; 3) Preparo para procedimentos invasivos e 4) Assessoria à equipe interdisciplinar. Verificou-se que o psicólogo deve estar sensível às demandas individuais e organizacionais, uma vez que sua atuação prevê interações diversas com os participantes do programa, os familiares e/ou responsáveis e a equipe interdisciplinar. Observou-se desconhecimento acerca das possibilidades de atuação do psicólogo no contexto hospitalar e da atuação deste diante de populações com condições reabilitadoras específicas, como a Fissura Labiopalatina, evidenciando a necessidade de ampliar o acesso aos estudos na área.


Palavras-chave


reabilitação neuropsicológica; fonoaudiologia; distúrbios congênitos; fissura palatina

Texto completo:

PDF

Referências


Balsimelli, S. F., Duque, M. B., Mello, A. P. S., & Bruscato, W. L. (2004). A neuropsicologia no hospital geral. In W. L. Bruscato, C. Benedetti, & S. R. A. A. Lopes, Prática da psicologia hospitalar na Santa Casa de São Paulo: Novas páginas em uma antiga história (pp. 155-166). São Paulo, SP: Casa do Psicólogo.

Bloom, B. S., Engelhart, M., Furst, E., Hill, W., & Krathwohl, D. (1977). Taxionomia de objetivos educacionais. Porto Alegre, RS: Globo.

Broder, H. L., Richman, L. C., & Matheson, P. B. (1998). Learning disability, school achievement, and grade retention among children with cleft: A two-center Study. The Cleft Palate-Craniofacial Journal, 35(2), 127-131. https://doi.org/10.1597/1545-1569(1998)035<0127:LDSAAG>2.3.CO;2.

Camargo, C. H. P., Bolognani, S. A. P., & Zucollo, P. F. (2008). O exame neuropsicológico e os diferentes contextos de aplicação. In D. Fuentes, L. F. Malloy-Diniz, C. H. P. Camargo, & R. M Cosenza, Neuropsicologia: Teoria e Prática. (pp. 103-118). Porto Alegre, RS: Artmed.

Coelho, D. S., Moretti, C. N., & Tabaquim, M. L. M. (2012). Programa de remediação neuropsicológica em adolescentes com fissura labiopalatina. Mimesis, 33(2), 141-154. Recuperado em 29 de abril de 2019, de https://secure.usc.br/static/biblioteca/mimesis/mimesis_v33_n2_2012_art_02.pdf.

Freitas, J. A. S., Capelozza Filho, L. Abdo, R. C. C., & Rufino, C. B. F. (1977). Pesquisa epidemiológica sobre lesões labiopalatinas e tratamento destas anomalias congênitas. Ciência e Cultura, 29(1), 141.

Freitas, J. A. S., Neves, L. T., Almeida, A. L. P. F., Garib, D. G., Trindade-Suedam, I. K., Yaedú, R. Y, F..... Pinto J. H. N. (2012). Rehabilitative treatment of cleft lip and palate: Experience of the hospital for rehabilitation of craniofacial anomalies/USP (HRAC/USP) – part 1: Overall aspects. Journal of Applied Oral Science, 20, 9-15. https://doi.org/10.1590/S1678-77572012000100003.

Garbieri, T. F. (2016). Fissura de palato isolada não sindrômica: estudo do fenótipo, recorrência familial e histórico gestacional (Dissertação de Mestrado). Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado em 29 de abril de 2019, de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-19102016-160655/fr.php.

Gindri, G., Frison, T. B., Oliveira, C. R., Zimmermann, N., Netto, T. M., & Landeira-Fernandez, J., ... Fonseca, R. P. (2012). Métodos de reabilitação neuropsicológica. In J. Landeira-Fernandez, & S. S. Fukusima. Métodos em neurociência (pp. 343-375). São Paulo, SP: Manole.

Ha, S., Koh, K. S., Moon, H., Jung, S., & Oh, T. S. (2015). Clinical outcomes of primary palatal surgery in children with nonsyndromic cleft palate with and without lip. BioMed Research International, 1-5. https://doi.org/10.1155/2015/185459.

Herman, A. R. S., & Miyazaki, M. C. O. S. (2007). Intervenção psicoeducacional em cuidador de criança com câncer: Relato de caso. Arquivo de Ciências da Saúde, 14(4), 238-44. Recuperado em 29 de abril de 2019, de http://repositorio-racs.famerp.br/racs_ol/vol-14-4/ID251.pdf.

Joaquim, R. M., Moretti, C. N., Ferro, M. R., Niquerito, A. V., & Tabaquim, M. L. M. (2015). Neuropsychological remediation program in teenager with 22q11 deletion syndrome. International Journal of Psychology and Neuroscience, 1(1), 388-404. Recuperado em 29 de abril de 2019, de https://uapt33090-my.sharepoint.com/personal/joaohalmeida_ua_pt/_layouts/15/guestaccess.aspx?guestaccesstoken=GdxVzgn1I%2f5V0ybPFZy0iOwQfiNVRftkeAEHbkHJ%2bhM%3d&docid=0e4c8fc395a1346cfb91f72054895a0eb.

Lemos, I. P. (2007). Análise do comportamento de crianças seus acompanhantes e auxiliares de enfermagem durante a punção venosa em sessão de quimioterapia ambulatorial (Dissertação de Mestrado). Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Pará, Belém. Recuperado em 29 de abril de 2019, de http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/4433/1/Dissertacao_AnaliseComportamentoCriancas.pdf.

Mossey, P. A., Little, J., Munger, R. G., Dixon, M. J., & Shaw, W. C. (2009). Cleft lip and palate. Lancet, 374(1), 1773-1785. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(09)60695-4.

Muszkat, M., & Cardoso, T. S. G. (2016). Neuroplasticidade e intervenções precoces. In J. F. Salles, V. G. Haase, & L. F. Malloy-Diniz, Neuropsicologia do Desenvolvimento: Infância e adolescência. (pp. 161-166). Porto Alegre, RS: Artmed.

Nagem Filho, H., Morais, N., & Rocha R. G. F. (1968). Contribuição para o estudo da prevalência das malformações congênitas labiopalatinas na população escolar de Bauru. Revista da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, 6(2), 111-28.

Nanci, A. (2008). Embriologia geral. In A. Nanci, Ten Cate Histologia oral (pp. 16-31). Rio de Janeiro, RJ: Elsevier.

Niquerito, A. V. (2013). Remediação neuropsicológica das funções atencionais em crianças com fissura labiopalatina (Dissertação de Mestrado). Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado em 29 de abril de 2019, de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-12112013-152229/pt-br.php.

Nopoulos, P., Langbehn, D. R., Canady, J., Magnotta, V., & Richman, L. (2007). Abnormal brain structure in children with isolated clefts of the lip or palate. Archives of Pediatrics and Adolescent Medicine, 161(8), 753-758. https://doi.org/10.1001/archpedi.161.8.753.

Pelissoni, A. M. S. (2009). Objetivos educacionais e avaliação da aprendizagem. Anuário de Produção Acadêmica Docente, 3(5), 129-139. Recuperado em 29 de abril de 2019, de http://www.fcav.unesp.br/Home/departamentos/fitossanidade/ODAIRAPARECIDOFERNANDES/objetivos-educacionais-e-avaliacao-o-ensino-superior.pdf.

Pinto, M. D. B. (2016). Resultados da fonoterapia intensiva para correção da oclusiva glotal e fricativa faríngea na fissura labiopalatina (Dissertação de Mestrado). Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/61/61132/tde-18102016-171139/pt-br.php.

Silva Filho, O. M., & Freitas, J. A. S. (2007). Caracterização morfológica e origem embriológica. In I. E. K. Trindade, & O. M. Silva Filho, Fissuras labiopalatinas: Uma abordagem interdisciplinar (pp. 17-49). São Paulo, SP: Santos.

Tabaquim, M. L. M., Ferrari, J. B., Coelho, D. S., & Niquerito, A. V. (2014). Visual-Constructive Dyspraxia of Children with Cleft Lip and Palate. Archives of Health Investigation, 4(70), 76-80. Recuperado em 29 de maio de 2019, de http://www.ijhssnet.com/journals/Vol_4_No_7_1_May_2014/10.pdf.

Tabaquim, M. L. M., & Riechi, T. I. J. S. (2014). Reabilitação neuropsicológica infantil: Técnicas remediativas no contexto hospitalar. In A. C. Hamdan (Ed.), Neuropsicologia clínica aplicada (pp. 99-111). Curitiba, PR: Editora CRV.

Tabaquim, M. L. M., Vilela, L. O., & Benati, E. R. (2016). Habilidades cognitivas e competências prévias para a aprendizagem de leitura e escrita de pré-escolares com fissura labiopalatina. Revista Psicopedagogia, 33(100), 28-36. Recuperado en 29 de abril de 2019, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862016000100004&lng=es&tlng=pt.

Weinberg, S. M., Parsons, T. E., Fogel, M. R., Walter, C. P., Conrad, A. L., & Nopoulos, P. (2013). Corpus Callosum Shape is Altered in Individuals with Nonsyndromic Cleft Lip and Palate. American Journal of Medical Genetics Part A, 161(5), 1002-6. https://doi.org/10.1002/ajmg.a.35835.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-6407.2019v10n1p223

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Estud. Interdiscip. Psicol.
E-mail: revistaeip@uel.br
E-ISSN: 2236-6407
DOI: 10.5433/2236-6407 

 


Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.