Estudo piloto de validação do teste de identificação de sinais de dislexia (TISD)

Mirza Novaes Alves, Ricardo Franco de Lima, Rauni Jandé Roama Alves, Cíntia Alves Salgado-Azoni, Tatiana de Cássia Nakano, Sylvia Maria Ciasca

Resumo


O trabalho objetivou obter primeiras evidências de validade do Teste de Identificação de Sinais de Dislexia (TISD). Foram investigados dois grupos de crianças, um sem dificuldades de aprendizagem (n=9) e outro com dificuldades de aprendizagem (n=11), sendo o segundo selecionado em razão de possuir risco para transtornos de aprendizagem. Foram utilizados para coleta de dados o Teste de Desempenho Escolar (TDE) e TISD. Os resultados evidenciaram diferenças entre os grupos nos escores dos subtestes de Leitura, Escrita, Cálculo, Consciência Fonológica, Memória de trabalho e no Total, com melhor desempenho do grupo sem dificuldades de aprendizagem. Correlações significativas e negativas entre os subtestes do TDE e do TISD foram encontradas. Verificou-se que o TISD mostrou-se capaz de diferenciar os grupos, assim como obteve correlações com outro instrumento que avaliava construtos semelhantes, sendo o objetivo desse estudo alcançado.

Palavras-chave


neuropsicologia; avaliação psicológica; dislexia; dificuldades de aprendizagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2236-6407.2013v4n2p217

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Estud. Interdiscip. Psicol.
E-mail: revistaeip@uel.br
E-ISSN: 2236-6407
DOI: 10.5433/2236-6407 

 


Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.