Percepção dos professores sobre a política educacional na cidade do Rio de Janeiro – 2009/2016

Jairo Campos dos Santos, Luiza Alves de Oliveira

Resumo


O presente trabalho procura analisar uma nova política pública educacional implementada na cidade do Rio de Janeiro, no período de 2009 até 2016, caracterizada por uma gestão com foco no gerencialismo público. O objetivo principal foi identificar se, no período analisado, a política educacional deixou para a cidade um legado positivo, de acordo com a percepção dos profissionais (professores) que viveram essa política antes, durante e depois de sua implementação. Ficou evidente que esses professores não ficaram satisfeitos com a referida política. Com exceção de alguns aspectos tipicamente profissionais e um de âmbito nacional, ficou claro observar a insatisfação do grupo e, principalmente, a baixa aderência às ideias implementadas durante os oito anos em que a política esteve em prática.

Palavras-chave


Políticas públicas, educação, Rio de Janeiro

Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, M. G. Ciclos de desenvolvimento humano e formação de educadores. Educação & Sociedade, Campinas, v. 20, n. 68, p. 143-162, dez. 1999.

BARRETTO, E. S. S.; SOUSA, S. Z. Estudos sobre ciclos e progressão escolar no Brasil: uma revisão. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 31-50, jan./abr. 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Brasília, DF: FNDE, 2018.

CAPELA, M. B. Qualidade do ensino sob a lógica do capital: o IDEB em foco. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 38., 2017, São Luís. Anais [...]. São Luís: UFMA, 2017. Disponível em: http://www.anped.org.br/news/38a-reuniao-nacional-da-anped-site-proprio. Acesso em: 22 jan. 2018.

CAVALCANTI, P. A. Análise de políticas públicas: o estudo do Estado em ação. Salvador: EDUNEB, 2013.

FETZNER, A. R. A implementação dos ciclos de formação em Porto Alegre: para além de uma discussão do espaço tempo escolar. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 40, p. 51-65, jan./abr. 2009.

INEP - INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Consulta ao IDEB. Brasília, DF: INEP, 2017.

KRAWCZYK, N. A gestão escolar: um campo minado... Análise das propostas de 11 municípios brasileiros. Educação & Sociedade, Campinas, v. 20, n. 67, p. 112-149, ago. 1999.

LIBA?NEO, J.C. O sistema de organizac?a?o e gesta?o da escola. In: LIBA?NEO, J. C. Organizac?a?o e gesta?o da escola: teoria e pra?tica. Sa?o Paulo: Heccus, 2013. p. 117-134.

LÜCK, H. Dimensões de gestão escolar e suas competências. Curitiba: Editora Positivo, 2009.

MORAES, S. C. (Re) Discutindo a ação do estado na formulação e implementação das políticas educacionais. Educação, Porto Alegre, v. 32, n. 2, p. 159-164, maio/ago. 2009.

PARO, V. H. A educação, a política e a administração: reflexões sobre a prática do diretor de escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 36, n.3, p. 763-778, set./dez. 2010.

PASSONE, E. F. K. Contribuições atuais sobre o estudo de implementação de políticas educacionais. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 149, p. 596-613, maio/ago. 2013.

PEREZ, J. R. R. Por que pesquisar implementação de políticas educacionais atualmente? Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1179-1193, out./dez. 2010.

RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal. Plano estratégico da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro para o quadriênio 2009-2012. Rio de Janeiro: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, 2008.

RIO DE JANEIRO. Prefeitura Municipal. Plano estratégico da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro para o quadriênio 2013-2016. Rio de Janeiro: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, 2012.

SANTOS, J. C. O gerencialismo no novo modelo de educação pública da cidade do Rio de Janeiro (2009-2012): origens, implantação, resultados e percepções. 2014. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

SECRETARIA MUNICIPAL DA CASA CIVIL (Rio de Janeiro). Informações Públicas. Rio de Janeiro: CVL, 2013. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/cvl. Acesso em: 15 dez.2018.

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO (Rio de Janeiro). Educação em Números. Rio de Janeiro: SME, 2018. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/sme. Acesso em: 10 out. 2018.

TREVISAN, A. P.; BELLEN, H. M. Avaliação de políticas públicas: uma revisão teórica de um campo em construção. RAP, Rio de Janeiro, v. 42, n. 3, p.529-550, maio/jun. 2008.

VIEIRA, S. L. Política(s) e gestão da educação básica: revisitando conceitos simples. RBPAE, Rio Grande do SUl, v. 23, n. 1, p. 53-69, jan./abr. 2007




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2019v4n2p167

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional