Uma abordagem da santificação do feminino em face da educação no Cariri cearense

Polliana de Luna Nunes Barreto

Resumo


Tratamos das representações sociais tendo como recorte o gênero em face da perspectiva educacional. Enfocamos, de modo particular, a relação entre a constituição dos cenários educacionais e a elaboração de práticas discursivas em torno da função de gênero amplamente disseminada na modernidade. A discussão empreendida reflete acerca dos percursos construídos historicamente para a constituição das representações do feminino, tendo como objeto de análise as dinâmicas educacionais entrelaçadas ao fenômeno de santificação popular de mulheres na região do Cariri cearense. Na primeira seção expomos a atualidade da violência contra o feminino naquele território. Seguimos ressaltando os aspectos educacionais que compõem a História da Educação caririense de modo concatenado à religiosidade daquele lugar e estabelecemos, por fim, considerações acerca da relação entre os modelos educacionais propagados na modernidade e localizados naquele território, a violência de gênero e as práticas que se voltam para a santificação do feminino na contemporaneidade. A abordagem qualitativa se ancora na produção teórica concernente ao campo da História Cultural. Não parece coincidência que a região do Cariri cearense mate e santifique suas mulheres em igual medida. Historicamente, o território elabora um culto às mulheres assassinadas por seus companheiros, construindo com a violência do feminino uma relação metafísica.

Palavras-chave


Educação, Gênero, Santidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2019v4n1p136

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional