Boy or girl? Planejando um objeto de aprendizagem digital no teded

Samantha Gonçalves Mancini Ramos, Michele Andressa Vieira Ramos

Resumo


Este artigo relatou/analisou um conjunto de atividades produzidas para a disciplina Objetos de Aprendizagem Digitais nas aulas de Línguas Estrangeiras ministrada em 2016 no Mestrado Profissional de Ensino de Línguas Estrangeiras (MEPLEM) da Universidade Estadual de Londrina. Nosso objetivo foi apresentar as etapas do planejamento de um Objeto de Aprendizagem Digital (OAD) intitulado Boy Or Girl? que explorou as potencialidades do TedEd e a temática de identidade de gêneros. A partir desta experiência, pretendeu-se analisar potencialidades e problemáticas envolvidas na criação de OAD para o ensino de Língua Inglesa no Ensino Médio. Este foi um estudo qualitativo no qual faremos uma análise temática (BRAUN; CLARKE, 2006) de forma a identificar, analisar e relatar padrões dentro dos dados a partir do referencial teórico que deu sustentação a esta produção: Ambientes informatizados de aprendizagem (COSTA; OLIVEIRA, 2004), Tecnologia Educacional (MATTOS, 1997; MAGGIO, 1997), Letramento Digital (MARTIN, 2008; ESHET-ALKALAI, 2004), Objetos de Aprendizagem Digitais (WILEY, 2002; SILVA, 1998) e Repositórios Digitais (SCHWARZELMÜLLER; ORNELLAS, 2006; SANTOS, 2013).

Palavras-chave


Objetos de aprendizagem digitais; Línguas estrangeiras.OBJETOS DE APRENDIZAGEM DIGITAIS

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2019v4n1p116

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional