A relação entre motivação e a autorregulação das aprendizagens

Sueli Édi Rufini, Jose Aloyseo Bzuneck

Resumo


No presente artigo foi exposto como a relação entre motivação e autorregulação foi considerada por teóricos na história mais recente da Psicologia Educacional. Mais especificamente, é examinada a literatura sobre constructos motivacionais que antecedem e promovem a aprendizagem autorregulada. Três modelos teóricos foram os referenciais mais adotados nas pesquisas. Primeiro, foram apresentados e discutidos resultados de estudos sobre o papel da autoeficácia para a aprendizagem autorregulada. Segundo, a Teoria das Metas de Realização inspirou diversos estudos em que foi demonstrada a influência da meta domínio sobre uso de estratégias. E, por último, alguns estudos à luz da Teoria da Autodeterminação forneceram evidências de que a qualidade motivacional faz diferença para a autorregulação. Do conjunto de resultados apurados à luz dos três modelos teóricos foram extraídas conclusões para a atuação de professores nos contextos educativos.

Palavras-chave


Aprendizagem autorregulada; estratégias de aprendizagem; motivação para autorregulação; teorias motivacionais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2019v4n1p82

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional