Era uma vez: a poeticidade na construção de Menina Nina: duas razões para não chorar

Cyntia Graziella Guizelim Simões Girotto, Andréia dos Santos Oliveira

Resumo


O artigo em pauta analisa a obra de Ziraldo Menina Nina, duas razões para não chorar. De cunho autobiográfico, o autor utiliza toda a poeticidade permitida nas construções de textos verbais e não verbais para retratar elementos importantes: relação vó/neta e a morte inesperada de um ente querido. Para atingir o objetivo proposto, recorreu-se a análise das duas linguagens que compõem a narrativa:  a escrita e a visual. Constatou-se que a obra de qualidade estético-literária não somente possibilita que leitores de diferentes idades se identifiquem com a protagonista na perda de um ente querido, como amplia seu conhecimento do mundo e de si mesmo. Ademais uma vivência literária cria afetamos, contribuindo para humanizar leitores, bem como fomenta novos interesses e desejos pelo ato de ler a produção estético-literária materializada nos livros.

Palavras-chave


Literatura infantil; Poeticidade narrativa; Linguagem verbal e não verbal

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. 5. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

AGUIAR, Vera Teixeira de. A morte na literatura: da tradição ao mundo infantil. In: AGUIAR, Vera Teixeira de; CECCANTINI, João Luís; MARTHA, Alice Áurea Penteado (Org.). Heróis contra a parede: estudos de literatura infantil e juvenil. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p. 23-42.

ARROYO, Leonardo. Literatura infantil brasileira. São Paulo: Melhoramentos, 1988.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura infantil: teoria, análise e didática. 7. ed. São Paulo: Moderna, 2000.

ECO, Umberto. Tratado geral de semiótica. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2003.

FERES, Beatriz dos Santos. A semiose poética em Ziraldo. In: GARCÍA, Flávio; MICHELLI, Regina; PINTO, Marcello (Org.). O insólito e a literatura juvenil. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2011. Disponível em: www.dialogarts.uerj.br/arquivos/livro_pronto_comunicacoes_livres.pdf. Acesso em: 27 out. 2017. p. 42-54.

MACHADO, Ana Maria. História meio ao contrário. 25. ed. São Paulo: Ática, 2005.

OLIVEIRA, Maria Alexandra. A literatura para crianças e jovens no Brasil de ontem e de hoje: caminhos de ensino. São Paulo: Paulinas, 2008.

PAIVA, Aparecida. A produção literária para crianças: onipresença e ausência de temáticas. In: PAIVA, Aparecida; SOARES, Magda (Org.). Literatura infantil: políticas e concepções. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 35-52.

ZIRALDO. Menina Nina: duas razões para não chorar. 2. ed. São Paulo: Melhoramentos, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2018v3n2p121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional