Escola como ambiente social: integração da história e geografia no ensino fundamental i e as experiências pessoais

Andressa Coelho Righi de Carvalho, Leoni Maria Padilha Henning

Resumo


Esse artigo foi desenvolvido em torno das ideias de alguns autores, em especial, John Dewey, em cujo referencial teórico foi acrescido o pensamento de Anísio Teixeira, dentre outros, o que nos permitiu entender a realidade educacional atual, considerando as experiências de Dewey na Escola Laboratório de Chicago e as de Teixeira na Escola Parque em Salvador. Nosso interesse, nesta oportunidade, é investigar se tais experiências educacionais dialogam com a realidade vivenciada no Ensino Fundamental I, especificamente na integração entre as disciplinas História e Geografia. Obtivemos, com essa pesquisa, a percepção do quanto não deva ser endereçada à formação apenas a obtenção e aumento de conteúdo a partir de uma perspectiva “massificadora”, e sim que as propostas formativas devam favorecer o desenvolvimento individual, tornando as pessoas capazes de pensar e refletir amplamente, incluindo no rol dos seus interesses as questões que afetam a sociedade em que vivem. Foi o que pudemos aferir ao analisar o trabalho desenvolvido tomando por base a integração das disciplinas em apreço neste estudo. Vimos ainda a necessidade de a escola não ser considerada uma vida paralela à vida social ou vista como uma experiência isolada idealisticamente, mas que os jovens devam viver sua vida de modo independente e autônomo em qualquer situação em que se encontrem, relacionando as experiências externas com aquelas que obtenham na escola, sendo estas mais bem organizadas e selecionadas em prol de sua formação com vistas ao bem comum.

Palavras-chave


Educação Escolar; Ciências Naturais; Experiência. Dewey.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013. 562p. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2017.

DEWEY, John. Democracia e Educação: introdução à filosofia da educação. Tradução de Godofredo Rangel e Anísio Teixeira. 4. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1979. (Atualidades Pedagógicas, v. 21).

DEWEY, John. Experiência e Educação. Tradução de Anísio Teixeira. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1971.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Integração e Interdisciplinaridade no ensino brasileiro: Efetividade ou ideologia. São Paulo: Edições Loyola Jesuítas, 2011. 6. ed. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.

TEIXEIRA, Anísio. A pedagogia de Dewey: esboço da teoria de educação de John Dewey. In: DEWEY, John. Vida e educação. São Paulo: Edições Melhoramento, 1965. p. 13-41.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2018v3n2p137

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Educação em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Educação em Análise
Issn: 2448-0320
E-mail: educanalise@uel.br

 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional