Distribuição da renda no Brasil em 2017: uma apresentação didática das principais características da distribuição da renda no Brasil de acordo com dados da PNAD Contínua de 2017

Rodolfo Hoffmann

Resumo


O estudo realiza uma análise pormenorizada da distribuição da renda no Brasil com base nos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua anual de 2017. São considerados tanto os rendimentos habituais como os rendimentos efetivos do trabalho. São analisadas as distribuições do rendimento de todos os trabalhos entre pessoas ocupadas e entre pessoas economicamente ativas, e também a distribuição da renda domiciliar per capita. Vários conceitos e medidas são utilizados e explicados: percentis e decis, curva de quantis, parada de Pen, dominância de primeira ordem, índice de Gini, razão de médias 10+/40?, curva de Lorenz etc. São comparadas distribuições da renda para homens e para mulheres e para três categorias de cor (brancos, amarelos e negros). Ao analisar a distribuição da renda domiciliar per capita, comparam-se as distribuições nas áreas rural e urbana e em várias regiões do País. Finalmente, são analisadas medidas de pobreza no Brasil e em sete regiões.


Palavras-chave


Distribuição de renda; PNAD

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, R.P.; MENDONÇA, R. Pobreza, estrutura familiar e trabalho. IPEA, Rio de Janeiro, fev. de 1995 (Texto para Discussão, 366).

BARROS, R.P.; MENDONÇA, R. A evolução do bem-estar, pobreza e desigualdade no Brasil ao longo das últimas três décadas – 1960/90. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v.25, n.1, p.115-164, abr. 1995.

BARROS, R.P.; MENDONÇA, R. Os determinantes da desigualdade no Brasil. IPEA, Rio de Janeiro, jul. de 1995 (Texto para Discussão nº 377).

BARROS, R.P.; FOGUEL, M.N.; ULYSSEA, G. Desigualdade de renda no Brasil: uma análise da queda recente. Brasília, IPEA, volumes 1 e 2.

FOSTER, J.; GREER, J.; THORBECKE, E. A class of decomposable poverty measures. Econometrica, v.52, n.3, p. 761-766, 1984.

HOFFMANN, R. Pobreza, insegurança alimentar e desnutrição no Brasil. Estudos Avançados, v. 9, n.24, p. 1-14, maio-ago. 1995.

HOFFMANN, R. Pobreza e desnutrição de crianças no Brasil: diferenças regionais e entre áreas urbanas e rurais. Economia Aplicada, v. 2, n.2, p. 299-315, abril-junho 1998a.

HOFFMANN, R. Distribuição de renda: medidas de desigualdade e pobreza. São Paulo, Editora da Universidade de São Paulo, 1998b, 275 p.

HOFFMANN, R. Desigualdade da distribuição da renda no Brasil: o que mudou em 2015. Texto para Discussão nº 38 do IEPE/Casa das Garças, jan./2017.

HOFFMANN, R.; JESUS, J.G.; ALMEIDA, S.S.P. A distribuição da renda no Brasil conforme a PNAD: 1995-2017. Texto para Discussão nº 45 do IEPE/Casa das Garças, out./2018.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua. Notas Metodológicas. Rio de Janeiro, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2014, 40 p.

MONTEIRO, C.A. O mapa da pobreza no Brasil. Cadernos de Nutrição 4:1-6, 1992.

MONTEIRO, C.A. A dimensão da pobreza, da fome e da desnutrição no Brasil. Estudos Avançados, v.9, n.24, p. 195-207, maio-ago. 1995a.

MONTEIRO, C.A. Pobreza absoluta, desnutrição e desigualdades regionais no Brasil. In: BARROS, R.P; URANI, A. (Org.). 1º relatório sobre desigualdade de renda e pobreza no Brasil. Parte II: Consequências. IPEA, Rio de Janeiro, março de 1995b.

PEN, J. Income distribution: facts, theories, policies. New York, Praeger Publishers, 1971.

ROCHA, S. Pobreza no Brasil: Afinal, do que se trata? Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

SEN, A. Poverty: an ordinal approach to measurement. Econometrica, v. 44, n.2, p. 219-231. 1976.

THEIL, H. Economics and information theory. Chicago, Rand McNally, 1967.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2019v7n2p5

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br