O Fim Inacabado do Capitalismo: Presos no Emaranhado Inevitável de Contradições

Ricardo Lebbos Favoreto, Arnaldo José França Mazzei Nogueira

Resumo


Em "17 contradições e o fim do capitalismo", David Harvey estimula a dúvida quanto à naturalidade do capital e, ao mesmo tempo, desvenda mecanismos de funcionamento do capitalismo.  A obra toma parte daquilo que o autor, em retrospecto, denomina “Projeto Marx”. Os trabalhos que o integram visam ampliar o acesso ao intricado pensamento marxista, cuja compreensão é prejudicada pela insipiência esteada na rejeição e nas distorções promovidas pela direita, pelo dogmatismo característico da esquerda sectária e pelo academicismo que o complica ainda mais. Na obra, Harvey escreve que se trata do “livro mais perigoso” que já escreveu.

Palavras-chave


Economia; Capitalismo

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. São Paulo: Martin Claret, 2006.

DOWBOR, L. A era do capital improdutivo – a nova arquitetura do poder: dominação financeira, sequestro da democracia e destruição do planeta. São Paulo: Outras Palavras & Autonomia Literária, 2017.

HARVEY, D. 17 contradições e o fim do capitalismo. São Paulo: Editora Boitempo, 2016.

KRONMAN, A. T. Max Weber. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

PIKETTY, T. O capital no século XXI. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2014.

WEBER, M. Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. 4 ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2015. v.1 e 2.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2019v7n2p179

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br