CRÉDITO CONSIGNADO: DINÂMICA E EFEITOS DA FLEXIBILIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE FINANCIAMENTO

Angélica Pott de Medeiros, Giulia Xisto de Oliveira, Reisoli Bender Filho

Resumo


A discussão proposta centrou-se em analisar o crédito consignado em termos de crescimento e estrutura e dos efeitos da flexibilização das regras de financiamento sobre a concessão dessa modalidade de crédito, considerando os montantes contratados e os respectivos segmentos: setor público, aposentados e pensionistas e setor privado. Os resultados evidenciaram que, apesar de crescente, o crédito consignado tem apresentado volumes menores de concessão, inclusive com resultados negativos nos últimos anos, a despeito da flexibilização das regras de contratação; embora a estrutura tenha se mantido praticamente constante ao longo do período, a crise fiscal trouxe uma nova dinâmica à concessão do consignado e; as novas regras de concessão apresentaram melhores resultados para o segmento de aposentados e pensionistas, cujo crescimento após a flexibilização das regras de contratação foi o dobro daquele observado para o segmento do setor público.


Palavras-chave


crédito consignado; condições de financiamento; economia brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2019v7n2p149

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br