Cidades médias e concentração de renda no Paraná: a curva invertida de Kuznets

Augusta Pelinski Raiher, Emerson Martins Hilgemberg, Cleise Tupich Hilgemberg, Adirson Maciel de Freitas Junior, Pedro Henrique Batista de Barros

Resumo


Este artigo investiga a relação entre desigualdade e o crescimento econômico dos municípios de porte médio do Paraná. Para isso, verifica-se a existência de convergência da distribuição da renda e a aplicabilidade da hipótese de Kuznets para esses municípios nos anos de 1991, 2000 e 2010. Este trabalho utilizou a metodologia aplicada por Andrade e Serra (2001), que consideraram como municípios de porte médio aqueles que apresentaram uma população entre 50 e 500 mil habitantes no ano de 2010. Para a análise da convergência e da hipótese de Kuznets, estimativas econométricas em dados de painel foram elaboradas. Os principais resultados indicam que nos municípios de porte médio do Paraná há evidência de um processo de convergência da distribuição de renda, além do que a hipótese de Kuznets se confirma, na qual afirma que a distribuição de renda e o crescimento relacionam-se no tempo seguindo o formato de um “U” invertido.

Palavras-chave


Convergência; Hipótese de Kuznets; Distribuição de renda; Paraná

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2019v7n1p49

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br