Competitividade da produção de frango brasileira e barreiras comerciais na perspectiva dos gestores: uma avaliação qualitativa usando a matriz de impactos cruzados – MIC MAC

Arceste Leite Filho, Mirian Beatriz Schneider

Resumo


Este trabalho teve por objetivo principal analisar as barreiras tarifárias e não tarifárias sobre o comércio internacional de carne de frango, e seu possível impacto sobre a comercialização mundial. Como objetivos secundários, foram elencados os principais problemas que afetam a capacidade competitiva do setor de frango do Brasil e posteriormente realizada análise das principais barreiras que dificultam o comércio avícola. O levantamento dos objetivos secundários foi realizado por meio de pesquisas bibliográficas nos principais órgãos governamentais e institutos de pesquisa sobre o tema. Para a análise da pesquisa, foi utilizado o Método MICMAC, que partiu de entrevistas realizadas com os gestores das principais indústrias produtoras de carne de frango da região oeste do Paraná. Os resultados obtidos mostraram os pontos frágeis do sistema de exportação brasileira e indicaram onde devem ser tomadas ações, por parte do estado, afim de sanar ou minimizar os efeitos danosos destas barreiras. Neste contexto, o trabalho justificou-se pela importância e relevância que o tema possui, apresentando regulamentações importantes para as exportações brasileiras.


Palavras-chave


Barreiras tarifárias; Comércio internacional; Agricultura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2018v6n1p23

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br