Análise espacial da produtividade do feijão nos municípios paranaenses entre 2006 e 2014

Pietro Andre Andre Telatin Paschoalino, Ednaldo Michellon, Luan Vinicius Bernardelli, José Rodrigo Gobi, Luiz Guilherme de Oliveira Santos

Resumo


O estado do Paraná vem se destacando no cenário nacional em relação à produção da cultura do feijão, pois é o principal produtor do grão, sendo que em 2014 atingiu 25% da produção nacional. Assim, devido a essa significativa participação na produção dessa leguminosa, o objetivo do presente estudo é analisar o padrão de associação espacial da produtividade do feijão em relação à terra no Paraná, entre os anos 2006 e 2014. Através da AEDE foi possível verificar uma autocorrelação espacial positiva nos dados, além de identificar os clusters para a produtividade no período analisado. Da estatística I de Moran bivariada constatou-se uma autocorrelação espacial temporal positiva, mostrando, assim, que o tempo também influencia na estrutura dos dados.

 

Abstract

 

The state of Paraná has been standing out in the national scenario in relation to the production of the bean crop, since it is the main producer of the grain, and in 2014 it reached 25% of the national production. Thus, due to this significant participation in the production of this leguminous, the objective of the present study is to analyze the pattern of spatial association of bean productivity in relation to land in Paraná in the years of 2006, 2010 and 2014. Through the ESDA, we verified a positive autocorrelation in the data. With respect to the clusters, we also verified that over time there were modifications and overflow of them, and in 2014 the clusters of productivity BB were concentrated in the Northwest of Paraná region, whereas the AA clusters concentrated mainly in the Southeast, Eastern Center and Center South of Paraná. The analysis from the bivariate Moran I statistic revealed positive temporal spatial autocorrelation, thus showing that time also influences the data structure.

Keywords: Development, productivity of land, bean.


Palavras-chave


Desenvolvimento; produtividade da terra; agricultura.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, E. Econometria Espacial. Campinas–SP. Alínea, 2012.

ALMEIDA, E. S.; PEROBELLI, F. S.; FERREIRA, P.G. Existe convergência da produtividade agrícola espacial no Brasil? Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 46, p. 31-52, 2008.

ANSELIN, L. Interactive techniques and exploratory spatial data analisys. LONGLEY, P.A, GOODCHILD, M. F.; MAGUIRE, D.J.; WIND, D. W. (eds). Geographical information system: principles, techniques, management and applications. Wiley: New York. p 253-365, 1998.l

ANSELIN, L. Local Indicators of Spatial Association – LISA. Geographical Analysis, 27, n.2, p. 93-115, 1995.

BINOTTI, F. F; HAGA, K. I; CARDOSO, E. D; ALVES, C. Z; SÁ, M; ARF, O. Efeito do período de envelhecimento acelerado no teste de condutividade elétrica e na qualidade fisiológica de sementes de feijão. Acta Scientiarum. Agronomy (Online), v. 30, p. 247-254, 2008.

CARNEIRO, P. T. V. M.; PARRÉ, J. L.. A importância do setor varejista na comercialização de feijão no Paraná. Revista de Economia e Agronegócio, Viçosa, v. 3, n.2, p. 277-298, 2005.

CLEMENTE, A. M. Utilização da estatística espacial para analisar a dinâmica do feijão e da soja no Brasil, entre os anos de 1990 a 2013. 2015. xiv, 52 f., il. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade de Brasília, Brasília, 2015.

CLIFF, A. D.; ORD, J. K. Spatial processes: Models & applications. London: Pion, 1981.

COMISSÃO TÉCNICA SUL-BRASILEIRA DE FEIJÃO (CTSBF). Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina. Informações técnicas para o cultivo de feijão na Região Sul brasileira: EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA E EXTENSÃO RURAL DE SANTA CATARINA. 2. Ed. Florianópolis: Gerência de Marketing e Comunicação (gmc), 157p. 2012.

CORTEZ, J. W.; FREDDI, O. S; FURLANI, C. E. A; SILVA, R. P. Influência da profundidade de semeadura e da carga vertical na roda compactadora no desenvolvimento da cultura do feijão. Engenharia na Agricultura, v. 16, p. 27-38, 2008.

DINIZ, S. S.; CAMARA, M. R. G.; MASSAMBANI, M. O.; ANHESINI, J. A. R. ; SESSO FILHO, U. A.. Análise Espacial da Produtividade da Laranja dos Municípios do Estado de São Paulo: 2002-2010. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

FREDDI, O., CARVALHO, M. P; CENTURION, J. F; BARBOSA, G. F. Variabilidade espacial da produtividade do feijão em um latossolo vermelho distroférrico sob preparo convencional e plantio direto. Acta Scientiarum (UEM), Maringá, v. 27, p. 61-67, 2005.

Instituto Agronômico do Paraná. Disponível em: . Acesso em: 28 set. 2016.

LIMA, V. M. A.; CALDARELLI, C. E.; CAMARA, M. R. G. Análise do desenvolvimento municipal paranaense: uma abordagem espacial na década de 2000. Economia e Desenvolvimento (Santa Maria), v. 26, p. 1-19, 2014.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2016.

MONTANARI, R.; CARVALHO, M. P. ANDREOTTI, M; DALCHIAVON, F. C; LOVERA, L.H; HONORATO, M.A.O. Aspectos da produtividade do feijão correlacionados com atributos físicos do solo sob elevado nível tecnológico de manejo. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), v. 34, p. 1811-1822, 2010.

MONTANARI, R; NAGEL, P.L; LUZ, A. P; SILVA, E. N. S. REZENDE, I.S; SILVA, L. V; MACHADO, F.C; ROQUE, C. G. Correlação espacial e temporal de atributos físicos do solo com a produtividade do feijão em Chapadão do Sul - MS. Agrarian (Dourados. Online), v. 6, p. 289-302, 2013b.

MONTANARI, R; RODRIGUES, G.G; CARVALHO, M. P; DALCHIAVON, F. C; MACHADO, F.C; GONZÁLEZ, A. P. Atributos químicos de um Latossolo espacialmente relacionados com a produtividade e componentes de produção do feijão em Selvíria (MS). Revista de Ciências Agroveterinárias (UDESC), v. 12, p. 1-10, 2013a.

PEROBELLI, F. S.; ALMEIDA, E. S.; ALVIM, M. I. S. A; FERREIRA, P. G.. Produtividade do setor agrícola brasileiro (1991-2003): uma análise espacial. Nova Economia (UFMG), v. 17, p. 65-91, 2007.

PINHEIRO, M. A. Distribuição espacial da agropecuária do estado do Paraná: um estudo da função de produção. Maringá, 2007, 126p. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Estadual de Maringá.

ROSSE, L. N.; VENCOVSKY, R.. Modelo de regressão não-linear aplicado ao estudo da estabilidade fenotípica de genótipos de feijão no estado do Paraná. Bragantia (São Paulo), IAC, v. 59, n.1, p. 99-107, 2000.

SANTOS, P. A; CARVALHO, M. P; FREDDI, O. S. KITAMURA, A. E. FREITAG, E. E; VANZELA, L. S. Correlação linear e espacial entre o rendimento de grãos do feijoeiro e a resistência mecânica à penetração em um Latossolo Vermelho distrófico. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 29, p. 287-295, 2005.

TOBLER, W. R. A computer movie simulating urban growth in the Detroit region, Economic Geography. V.46, p. 234–240, 1970.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2017v5n1p107

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br