Determinantes e probabilidade do primeiro emprego e reemprego: uma abordagem da demanda dos setores econômicos no sul do Brasil

Magno Rogério Gomes, Solange de Cassia Inforzato de Souza

Resumo


O presente estudo tem por objetivo analisar a probabilidade de inserção setorial no primeiro emprego e reemprego no mercado de trabalho formal e privado na região Sul do Brasil, a partir dos dados da RAIS - Relação Anual de Informações Sociais - do Ministério do Trabalho e Emprego de 2013. Aplicou-se o modelo logit multinomial e os resultados encontrados evidenciam maiores chances de absorção do trabalho feminino nos setores de comércio e serviços, e do trabalho masculino nos setores agrícola e industrial. Nos dois últimos setores, as mulheres sofrem segregação na contratação, uma vez que apresentam as mesmas características masculinas e a absorção de mão de obra dos setores é masculina. Indivíduos com maior grau de escolaridade (nível superior) têm maior probabilidade de se engajarem no setor de serviços, em que a remuneração média é maior. As chances de inserção dos indivíduos com baixa instrução foram mais elevadas na indústria, mostrando a pior situação das indústrias comparativamente aos outros setores no que se refere ao capital humano.


Palavras-chave


Probabilidade de emprego; Primeiro emprego e reemprego; setores econômicos; região sul

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2317-627X.2016v4n2p85

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Economia e Região
E-ISSN: 2317-627X
DOI: 10.5433/2317-627X

Contato: 55-43-3371-4255
E-mail: rer@uel.br